Saúde

Após denúncia anônima de superlotação no Dona Regina, SESAU nega e informa que atendimentos estão normais

Conforme a Secretária Estadual de Saúde, o hospital conta com 133 leitos e apenas 123 estariam sendo usados por pacientes.

  • Da Redação
  • 12 de junho de 2018
Foto: Gazeta do Cerrado

No final da tarde de ontem, (11), o Diário Tocantinense, recebeu uma denúncia anônima, informando que o Hospital Estadual Dona Regina, estaria com superlotação em seus leitos, não suportando o tamanho da demanda. Conforme a Secretária Estadual de Saúde, o hospital conta com 133 leitos e apenas 123 estariam sendo usados.

De acordo ainda em nota, encaminhada no inicio da noite de ontem, (11), a Secretária Estadual de Saúde, informou que Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos possui 133 leitos de atendimento e que no momento conta com 123 pacientes internados e com isto não estaria superlotado. A nota da SESAU destacou ainda, “Por ser um hospital maternidade ‘porta aberta’ do Sistema Único de Saúde (SUS), recebe todos os pacientes encaminhados tanto pelo município de Palmas quanto pelos demais municípios da sua referência, que na unidade recebem atendimento especializado em ginecologia e obstetrícia da equipe multiprofissional”.

Confira a nota da SESAU:

A Secretaria de Estado da Saúde informa que o Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos possui 133 leitos de atendimento. No momento conta com 123 pacientes internados, não havendo superlotação. 

Por ser um hospital maternidade ‘porta aberta’ do Sistema Único de Saúde (SUS), recebe todos os pacientes encaminhados tanto pelo município de Palmas quanto pelos demais municípios da sua referência, que na unidade recebem atendimento especializado em ginecologia e obstetrícia da equipe multiprofissional.

 

Palmas, 11 de junho 2018.

 

Deixe seu comentário: