Justiça

Defesa do prefeito afastado de Nova Olinda recorre de decisão da Justiça

O advogado do prefeito afastado, Solano Donato, disse que será dada entrada em todos os recursos possíveis.

Foto: Ricardo Almeida/ Diário Tocantinense
  • Gláucia Mendes/ Da Redação
  • 21 de agosto de 2018

  A defesa de José Pedro Sobrinho (PDT), disse ao portal Diário Tocantinense, que o prefeito de Nova Olinda, já está recorrendo da decisão da Justiça, que o afastou do cargo por 180 dias. O advogado do prefeito afastado, Solano Donato, disse que será dada entrada em todos os recursos possíveis e contou que inclusive estava hoje, preparando uma petição sobre o caso.

 De acordo com o advogado, o pedido de afastamento aconteceu com base no relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), mas este não havia ainda sido concluído “Ou seja, ele ainda estava em aberto e existem prazos da defesa. Neste período o Ministério Público Estadual não procurou o prefeito para esclarecimentos.  Mas, iremos aguardas agora a decisão do Tribunal de Justiça para tomarmos nossa decisão”, explicou. 

Além do afastamento, o prefeito teve o bloqueio de mais de R$ 11 milhões da conta dele e de envolvidos. Esse valor, conforme a Justiça é de prejuízos que foram causados ao município de Nova Olinda, por várias irregularidades realizadas durante o período da gestão. 


O vice Antônio Ribeiro da Silva (PP), já assumiu o cargo e está à frente dos trabalhos na cidade.

Deixe seu comentário: