Complexo Turístico Pedra Caída

Estado

Missão do Banco Mundial acompanha obras do PDRIS no Tocantins

Missão do Bird se reuniu com os órgãos coexecutores do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável no Tocantins.

  • Assessoria de Comunicação
  • 15 de maio de 2018
Foto: Elcio Dias/Governo do Tocantins

A equipe da Gerência de projetos do Banco Mundial (Bird) está no Tocantins e se reuniu na manhã desta terça-feira, 15, com gestores da Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan) e equipes técnicas dos órgãos públicos estaduais coexecutores do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS). O encontro ocorreu na Seplan e tem o objetivo de acompanhar o andamento das obras de cerca de 200 projetos executados no Estado com recursos financiados pelo Bird. A missão ficará no Tocantins até a próxima semana.

Os projetos do PDRIS estão em fase final de execução e devem ser concluídos em março de 2019. O gerente de projetos do Banco Mundial (Bird), Satoshi Ogita, que lidera a Missão, destacou que as reuniões têm a finalidade de supervisionar e avaliar a aplicação dos recursos. “É um momento muito importante e precisamos continuar. Queremos ver o progresso e o avanço nas etapas de realização do projeto”, ressaltou Satoshi Ogita.

Entre os setores que receberam investimentos estão: educação, transporte, modernização da administração pública, gestão para resultados, projetos de agronegócios e gestão de informática, entre outros setores. O diretor da Unidade de Gerenciamento do PDRIS na Seplan, Maurício Fregonesi, lembrou que o projeto começou a ser articulado no Tocantins há pelo menos oito anos e, neste período, diversas áreas receberam recursos. “O PDRIS é muito importante por sua pluralidade, são cerca de 200 projetos com mais de 400 ações diretas em todo o Tocantins. Vários setores foram beneficiados, o que afeta diretamente na oferta de emprego e renda da população, além de melhoria e desenvolvimento na gestão”, observou.

PDRIS

O PDRIS é um projeto de infraestrutura e modernização da gestão pública e busca promover a melhor eficácia dos transportes rodoviários e maior eficiência dos serviços públicos no Tocantins. O projeto beneficia 72 municípios tocantinenses.

Coexecutores do PDRIS

São coexecutores do PDRIS: Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan); Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto); Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh); Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro); Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden); Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins). (Geórgia Milhomem/Governo do Tocantins)

Deixe seu comentário: