Estado

Presidência da Assemp denÚncia tentativa de golpe e divulgação de mentiras em grupos de whatsapp; Assembleia geral não foi convocada

A convocação mentirosa não segue as regras dispostas no estatuto social da entidade, já que fora feita com a assinatura de apenas um membro efetivo da diretoria executiva, quando o Estatuto da entidade exige no mínimo 2/3.

  • Da Redação
  • 05 de setembro de 2018

A Associação dos Servidores Municipais de Palmas – Assemp,que sofre atualmente uma tentativa de golpe pelo poder, mantém-se seguindo os trâmites legais de suas ações. Assim, atendendo a solicitação do Conselho Fiscal realizará Assembleia Geral no mês de setembro, dentro do prazo solicitado pelo conselho.

Desta forma, a informação que circula em grupos de whatsapp, de realização de Assembleia trata-se de uma inverdade, uma tentativa golpe.  A convocação que circula maldosamente nos grupos da rede social não tem qualquer validade jurídica.

A convocação mentirosa não segue as regras dispostas no estatuto social da entidade, já que fora feita com a assinatura de apenas um membro efetivo da diretoria executiva, quando o Estatuto da entidade exige no mínimo 2/3. Os membros do Conselho Deliberativo não possuem competência para convocar assembleia geral. A 2ª secretária e 2ª tesoureira são também suplentes da diretoria. Além disso, também consta assinatura de membro suplente da Diretoria que já renunciou em data anterior à data constante na convocação mentirosa.

O presidente da Assemp, Cleison Nunes, reforça que recebeu na segunda-feira, 03, a notificação do Conselho Fiscal da entidade, para que no prazo de 15 dias úteis convoque a Assembleia Geral, o que será atendido e realizado em prazo hábil, ocasião em que todos os requerimentos feitos pelo Conselho Fiscal serão atendidos.  

Nunes destaca ainda que “todos os objetos das denúncias já foram devidamente analisados e inteiramente rejeitados pelo Conselho Fiscal da entidade, conforme ata registrada em cartório. O único interesse do grupo que convocou irregularmente a Assembleia, é tumultar e causar instabilidade na entidade, munidos apenas de interesses pessoais e luta insana pelo poder”.

 

 

Deixe seu comentário: