Amália diz que Adriano Rabelo não prioriza a população e avisa que PT pode ter candidato próprio

Segundo a deputada estadual, o apoio do partido será discutido e combinado internamente para que não haja conflitos

Da Redação

Ao Diário Tocantinense, a deputada estadual Amália Santana (PT) afirmou que, apesar de não ter um nome definido, o seu grupo político pode ter um candidato próprio ou apoiar outro grupo nas eleições para a Prefeitura de Colinas. Segundo ela, o apoio será discutido e combinado internamente para que não haja conflitos.

Amália avisou que não tomará nenhuma decisão sozinha. Contudo, ela frisou que única certeza é que o PT não fará aliança com o prefeito Adriano Rabelo (PRB). Quando questionada sobre a avaliação da atual gestão de Colinas, ela foi direta: “ruim, onde não prioriza a população”, disse.

A deputada acredita que o PT será vitorioso nas eleições deste ano, na cidade. “Vamos ter um bom resultado pelo nosso histórico de bem servir e ter muitos votos”, afirmou.

Para as eleições em Colinas, além do prefeito Adriano Rabelo, que tenta a reeleição, outros eventuais nomes começaram a ganhar destaque como o do médico cubado Norberto Garcia Martinez (PSC), o da vereadora Raimunda Almeida (PSD), a advogada e presidente da Fundação Municipal de Desenvolvimento de Colinas (Fecolinas), Myrian Nydes (DEM), Baltazar Gomes (PSL) e os ex-vereadores Josemar Carlos Kasaryn (Sem partido) e Raucil Aparecido (PSB). 

O DT abre espaço para que o prefeito Adriano possa comentar o assunto.