Após divulgar nota intitulada "Declaração à Nação" Bolsonaro volta a atacar Barroso e Instituições

O presidente afirmou que, se o presidente do TSE defende medidas protetivas ao sistema, é porque ele tem "brechas"

Da Redação

Durou poucas horas o tom pacífico adotado pelo presidente Jair Bolsonaro em sua "declaração à nação" de pacificação na relação com os outros poderes, em especial o Judiciário. Após afirmar na nota que não tem intenção de agredir quaisquer dos Poderes e que agiu no "calor no momento", o presidente voltou a atacar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso. Bolsonaro voltou a defender o voto impresso e afirmou que Barroso, na defesa da urna eletrônica, "não convence ninguém", durante a live desta quinta-feira. A informação e do jornal O Globo. 

O presidente afirmou que, se o presidente do TSE defende medidas protetivas ao sistema, é porque ele tem "brechas".

“É trabalhar contra a democracia? É colocar em risco a democracia? Palavras bonitas, que sei que o ministro Barroso tem dada sua formação jurista, diferente da minha, que tem palavrão de vez em quando, mas não convence ninguém afirmou Bolsonaro na sua live desta quinta-feira,09”