Avaliação da 6ª edição do Capital da Fé é positiva e a expectativa é que 2021 traga mais novidades

Durante cinco dias o evento reuniu cerca de 60 mil pessoas focadas em celebrar o amor, a paz e a harmonia

Da Redação

Mais uma vez o que se viu no Capital da Fé este ano foi um evento de grande proporção, mas estritamente familiar. Esta é a grande marca do evento que durante cinco dias reuniu cerca de 60 mil pessoas focadas em celebrar o amor, a paz e a harmonia através da música cristã.

“Para mim é uma programação segura, organizada e conveniente para toda família. Venho com criança e, por causa da organização que é boa, sei que é seguro. Pretendo vir também nos próximos anos”, disse o lanterneiro David Alves, acompanhado do filho Miqueias Aguiar, de três anos.

A aprovação do público ratifica o quão bem pensado é o Capital da Fé, evento em que a Prefeitura de Palmas empenha esforços de várias de suas equipes para garantir que a família palmense tenha espaços e atividades salutares.   Foram 30 bandas e cantores em cinco noites de evento efervescente, equipes de prontidão para atendimento a possíveis ocorrências e parcerias valiosas, a exemplo do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil, da Polícia Militar e órgãos e autarquias do Município de Palmas. Todas estas parcerias garantiram patrulhamento do evento, linhas de transporte acessíveis, assistência a emergenciais ocasionais, ampla Vila Gastronômica, transmissão do evento em tempo real pela internet, ambientes interativos para engajamento do público presente com o evento em redes sociais e até  alternativa de lazer para crianças com parque de diversões.

“Fechamos a edição deste ano com chave de ouro.  Foi muito positivo. Foi um ano de muitas mudanças, tivemos feedback positivos sobre o formato novo que trouxe túneis mais próximos do placo, boa cobertura para proteção da chuva. Tivemos adesão ao chamamento público demonstrando que a iniciativa privada acredita no Capital da Fé. Temos muito a agradecer. Trouxemos os melhores cantores e grupos em Palmas e isso só consolida nossa Capital como maior evento do Brasil nesta modalidade no Carnaval”, disse o presidente da Fundação Cultura de Palmas, Eudes Assis.

Assis ainda adiantou que a edição de 2021 deve trazer novidades e incrementos. “Para o próximo ano, queremos surpreender com um evento maior e com mais parcerias e adesões do chamamento público o que vai nos resultar em menos custos”, explicou ele.

A prefeita Cinthia Ribeiro reafirmou que o Capital da Fé não é um evento esporádico. Trata-se do cumprimento de uma política pública criada para Palmas. “Nesta sexta edição, trouxemos diferenciais. Uma atração internacional e o chamamento público para que empresas pudessem fazer parceria para intensificar esse alcance do evento, o que resultou na presença da empresa Sim no evento. Mas não paramos por aí. Houve um movimento democrático.  Respeitamos todas as formas de pensar e já alcançamos bons frutos com a boa adesão ao Capital da Fé, ao Carnaval do Amor, na Praia da Graciosa, e ao Carnaval turístico, em Taquaruçu”, ressaltou a gestora. (Assessoria de imprensa)