Com a condenação de Elma Moisés a 'Professora Elma' por ausência de prestação de contas eleitoral, coligação anunciará substituto

O pedido da impugnação partiu do Ministério Público Eleitoral referente a não prestação de contas do partido por parte da assessoria jurídica, quando Elma Moisés David teria concorrido apenas por 10 dias ao cargo de deputado

Da Redação

O cenário da corrida eleitoral para prefeito e vice-prefeito teve reviravolta em Colinas do Tocantins, nesta última quinta-feira 22, com a decisão do juízo da 4ª zona eleitoral, que indeferiu o registro da candidatura a vice-prefeita de Professora Elma (PSC), da chapa “Coligação tem opção sim”. O motivo teria sido a ausência da prestação de contas na eleição de 2018.

O pedido da impugnação partiu do Ministério Público Eleitoral referente a não prestação de contas do partido por parte da assessoria jurídica, quando Elma Moisés David teria concorrido apenas por 10 dias ao cargo de deputado estadual. Naquela ocasião devido a problemas familiares ela teria desistido no entanto não teria formalmente renunciado ao pleito.

Em breve entrevista ao Diário Tocantinense, Elma Moisés saiu em sua defesa e garantiu que por ‘conta da assessoria jurídica’ não ter feito os tramites necessários foi considerada inelegível, “Realmente foi um erro jurídico, que me causou transtorno jamais entraria em um processo político como este sabendo que eu tinha um impedimento e ao descobrir decidi não recorrer”. 

Sobre a mudança na chapa majoritária ela foi enfática, “Por direito teríamos sim um substituto no entanto não e este o nosso objetivo o grupo e quem vai definir em conjunto”. Agora a ex-candidata disse que caso o seu grupo eventualmente seja eleito ela comandará a pasta da Assistência Social no município de Colinas do Tocantins.

Moisés ainda em sua fala ao DT comentou que pretende colocar a pasta da assistência para que de fato possa acontecer, “Nossa proposta é diferente, queremos efetivar e estar perto das pessoas”.

Cenário Político

Elma Moisés acredita em uma polarização na eleição de Colinas do Tocantins, sendo a união da oposição para o enfrentamento ao atual gestor que disputa a reeleição. 

Divulgação de substituto

A agora ex-candidata, Professora Elma (PSC), confirmou que está marcada para hoje (23), o anúncio de seu substituto, que deverá ocorrer por meio das redes sociais. Fontes do DT garantem que o nome deverá ser o do empresário e irmão de uma candidata do mesmo partido de Adriano Rabelo o MDB, Zé Nagru.