Com dias de isolamento alterado, nova onda causa dúvida na população

Anteriormente o prazo de isolamento era de 14 dias, a nova atualização prevê 7 dias

Da Redação

Dia 10 de janeiro o Ministério da Saúde divulgou um guia de vigilância epidemiológica onde dispõe do novo prazo de isolamento para quem contraiu o vírus da Covid-19. Anteriormente o prazo de isolamento era de 14 dias, a nova atualização prevê 7 dias.

Segundo o documento, aqueles que realizarem testagem (RT-PCR ou teste rápido de antígeno) para Covid-19 com resultado negativo no 5º dia, poderão sair do isolamento, antes do prazo de 7 dias, desde que não apresente sintomas respiratórios e febre, há pelo menos 24 horas, e sem o uso de antitérmicos. Se o resultado for positivo, é necessário permanecer em isolamento por 10 dias a contar do início dos sintomas.Para aqueles que no 7º dia ainda apresentem sintomas, é obrigatória a realização da testagem. 

No Tocantins, segundo o boletim Covid-19 atualizando nesta terça-feira, 18, há a confirmação de 245.897 casos de pessoas infectadas com o vírus. Em leitos públicos, clínicas e UTI Covid, estima-se 168 hospitalizações. Ao todo foram contabilizados cerca de 3. 976 óbitos em todo o Estado. 

Segundo o médico Guilherme Cavalcante, mesmo com a diminuição dos dias de isolamento é importante que as medidas sanitárias, como o distanciamento, uso de máscara e álcool em gel sejam seguidos à risca. O médico explica ainda que o maior desafio será conseguir com que as pessoas cumpram à risca o isolamento. 

”É importante observar como vai evoluir a pandemia pra gente entender se é uma medida importante ou não, principalmente no que diz respeito aos casos de contaminação por conta dessa diminuição do tempo de isolamento'', conclui o médico.