Defesa entra com novo pedido de liberdade para Marcelo Miranda

Marcelo está preso no Comando Geral da Polícia Militar e o seu irmão está em uma cela especial da CPP de Palmas

Da Redação

O advogado do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e de Brito Miranda Júnior, Jair Alves Pereira, entrou com novo pedido de liberdade na 4ª Vara Criminal da Justiça Federal em Palmas. A defesa alegou ausência de fatos novos ou nova denúncia que, segundo ele, indicassem a real necessidade das prisões.

De acordo com Jair Alves, o pedido foi feito no primeiro grau considerando que contam mais de 100 dias de prisão e, até o momento, não existem fatos novos. “Estão [Marcelo Miranda e Brito Júnior] presos por fatos antigos que já fazem parte de um processo que eles respondem. O pedido foi feito para provocar isto: que digam por que estão presos e qual a relevância da prisão se não houve fato novo”, explicou.

Entenda

Marcelo está preso no Comando Geral da Polícia Militar e o seu irmão está em uma cela especial da Casa de Prisão Provisória de Palmas. De acordo com a decisão judicial que culminou nas prisões, ambos são acusados de integrar suposto esquema orgânico para a prática de atos de corrupção, fraudes em licitações, desvios de recursos, recebimento de vantagens indevidas, falsificação de documentos e lavagem de capitais. O suposto esquema teria desviado o total de R$ 300 milhões dos cofres públicos.