Dorinha afirma que Carlesse não assumiu 'União Brasil' no Tocantins

A parlamentar dentre outros congressistas foi a escolhida para ser a vice-presidente nacional da legenda

Da Redação

A deputada federal e presidente regional do Democratas, Professora Dorinha, participou nesta última quarta-feira, 06, em Brasília (DF), da formação da Comissão Executiva Nacional Instituidora, órgão nacional que promoverá o registro do novo partido, União Brasil 44, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A parlamentar foi escolhida para ser a vice-presidente nacional da legenda. Líderes Tocantinenses e o próprio governador espalhou que sairia do DF com a função.

Em breve conversa com o Diário Tocantinense na manhã desta quinta-feira, 07, a deputada Dorinha desmentiu o governador do Tocantins, Mauro Carlesse sobre a definição do comando do novo partido no estado. “Não é verdade, não tem nenhum presidente em nenhum estado. Por hora, os partidos seguem normalmente até que o TSE aprove a fusão. Criamos uma comissão instituidora, onde faço parte e a partir daí olharemos caso a caso a situação”.

Comissões regionais

“As Comissões em todos os Estados de ambos os partidos DEM e PSL, permanecerão como estão, dessa maneira ainda não há nenhuma definição do comando nas unidades federativas”, destacou a deputada Professora Dorinha. 

Indicação a vice-presidência 

Na ocasião, a parlamentar foi indicada pelo DEM para ser uma das vice-presidentes na Comissão Instituidora. A previsão é de que o processo de fusão leve três meses para ser analisado pelos ministros.

Nesse sentido, União Brasil 44 deve contar com a maior bancada na Câmara dos Deputados, caso permaneça com os números atuais, totalizaria 82 parlamentares.

O DT abre espaço para que o governador possa comentar o assunto.