Empresário que investe em negócios rurais no Tocantins, morre com a família em trágico acidente

O empresário e pecuarista Celso Silveira Mello Filho, 73 anos, morreu com a esposa e três filhos

Da Redação

Sete pessoas morreram após a queda de uma aeronave às 8h30 desta terça-feira 14, na Rua Cezira Giovanni Moretti, bairro Santa Rosa, em Piracicaba (SP). O empresário e pecuarista Celso Silveira Mello Filho, 73 anos, morreu com a esposa e três filhos. Ele possuía negócios na região norte do estado do Tocantins. 

Em nota enviada ao Diário Tocantinense, a Secretária de Comunicação do Governo de São Paulo, informou que Policiais civis do 4º DP de Piracicaba foram informados sobre a queda de uma aeronave na região. No local, um morro, foram localizados os destroços da aeronave ainda com focos de incêndio. O Corpo de Bombeiros controlou o fogo e resfriou o local com mangueiras de água.

A aeronave havia decolado do aeroporto "Pedro Morganti", em Piracicaba, e tinha como destino o Estado do Tocantins. Nela havia um casal, sendo um homem de 71 anos e uma mulher de 71, seus três filhos, dois homens de 46 anos e uma mulher de 48, além do piloto de 39 anos e do co-piloto, de 24. Todos faleceram por causa do acidente.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) foi acionada e o caso apresentado ao 5º DP de Piracicaba. Foram solicitados exames periciais ao IC e IML e a ocorrência registrada como sinistro em transporte aéreo.

Celso Mello era proprietário de uma fazenda, conhecida como Malaska que fica entre os municípios de Muricilândia e Santa Fé do Araguaia. 

Ao Diário Tocantinense o Comando da Aeronaútica, informou que investigadores do CENIPA, foram acionados para realizar realizar a ação inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PS-CSM. Até o fechamento desta matéria a ANAC não se posicionou. O espaço continua aberto

(Atualizado ás 16h25)

Momento exato da queda do avião - Divulgação