Eneia representante da zona rural é definida como pré-candidata a vice de Júnior Leite em Xambioá

A aliança se deu pela história de vida de ambos os prés candidatos em Xambioá

Da Redação

O MDB de Xambioá definiu nesta sexta-feira, 4, pelo nome de Eneia Silva para ser vice-prefeita de Júnior Leite. A convenção será conjunta entre MDB, PV, PT e Progressistas e acontecerá dia 12 de Setembro às 17h no Ginásio de Esportes.

Júnior Leite comemorou a escolha da vice: “Estou feliz de compor chapa com uma mulher batalhadora, assentada, feirante e amiga do povo humilde de toda a cidade de Xambioá”. 

Trabalhadora rural de Xambioá, Eneia Silva tem uma caminhada longa junto ao associativismo e causas sociais. Já fez parte da Pastoral da Criança, Centro de Direitos Humanos de Araguaína, Associação dos Produtores Rurais de Xambioá e Presidente do Assentamento Barra do Lontra. Hoje aos 39 anos ela sonha com mais. A reportagem conversou com Eneia Silva para saber mais sobre suas ideias.

Eneia: Eu sou uma mulher trabalhadora rural, negra com muito orgulho da minha cor, orgulho da minha raça. Eu me sinto uma mulher forte e sinto que tudo posso. Sempre fiz vários trabalhos voluntários e eu acredito que se você ajuda o próximo, aquela pessoa vai querer ajudar outra pessoa e assim criamos uma rede onde todos são ajudados. 

R: Porque entrar na vida política?

Eneia: Eu já fui pré-candidata algumas vezes, infelizmente ainda não tive êxito. Mas trabalhei na prefeitura de Xambioá, já fiz parte dos conselhos de agricultura, saúde e ação social, então eu sou uma pessoa que gosto de me envolver nas causas sociais e ajudar as pessoas e acredito que com um mandato eletivo eu vou poder fazer mais. 

P: Quais suas principais bandeiras?

Eneia: A minha principal bandeira é a luta pelo desenvolvimento rural. Um desenvolvimento rural que seja sustentável e nos permita ter mais alimento na nossa mesa. Em segundo lugar proteção da criança e do adolescente, para que elas possam ter mais oportunidades; ofertar cursos de capacitação para que elas não fiquem na rua, inclusão digital e cursos técnicos, incluindo o curso técnico agrícola, para que os jovens não precisem ir buscar dinheiro fora da sua cidade. 

P: Qual a sua relação com o Júnior Leite?

Eneia: Eu o conhecia apenas por ter sido prefeito e de outras pré-candidaturas, não éramos íntimos. Mas uma das coisas que me fez estar com o Júnior Leite foi o que eu ouvi de várias pessoas aqui na cidade, que o Júnior Leite é um homem de palavra e eu prezo isso nas pessoas. Inclusive nesse ponto somos parecidos então eu vi que ele poderia me representar também.