Funcionários da educação básica em Oliveira de Fátima aponta descaso com o não pagamento da folha de dezembro do ano passado

Além da Educação, os demais setores do funcionalismo da prefeitura Oliveira de Fátima teriam ficado também sem receber

Da Redação

Profissionais da área da Educação em Oliveira de Fátima, reclamam da falta de pagamento de salário do mês de dezembro. Gesiel Orcelino (PL), ex-gestor teria deixado a administração sem quitar a folha do funcionalismo.

Uma profissional da educação básica no município que preferiu não se identificar por medo de retaliações procurou a redação do Diário Tocantinense, para reclamar da situação em que ficou sem ter recebido o seu salário, “Estamos tendo um prejuízo grande devido ao não pagamento de nosso subsídio, iniciamos um ano complicado com tantas incertezas e o pior sem ter nosso sustento. Não acho justo isso, porque fizemos nossa parte”, afirmou.

A mulher que é efetiva do município disse a reportagem que além da Educação, os demais setores do funcionalismo da prefeitura teriam ficado também sem receber.

“No portal da transparência está lá claro para todos verem, tem mais de um milhão na conta e este recurso dava para nos pagar. A pergunta que fica por que não nos paga? ”, indagou a servidora ao DT.

DT abre espaço para que o ex-gestor, Gesiel Orcelino possa comentar o assunto.