Governo do Maranhão informa que estradas ficarão abertas para manter o abastecimento no Estado

Nessa terça, 24, o Governo de Goiás informou que restringirá a entrada e circulação de transporte de passageiros

Da Redação

Em nota encaminhada ao Diário Tocantinense, o Governo do Maranhão, um dos estados que faz divisa com o Tocantins, informou que as estradas ficarão abertas a fim de garantir a continuidade de obras públicas, bem como apoiar a livre circulação dos caminhões e garantir o abastecimento no Estado.

Nessa terça-feira, 24, o Governo de Goiás informou que restringirá a entrada e circulação de transporte de passageiros com o objetivo de impedir a proliferação do coronavírus do Estado.

Segundo o Governo do Maranhão, os caminhoneiros são fundamentais para abastecimento de alimentos e materiais para saúde, além de garantir a continuidade de obras públicas essenciais, em especial às voltadas à manutenção da saúde.

Confira a nota completa:

O Governo do Maranhão pontua que, na noite de segunda-feira, 23, o Governo Federal publicou uma resolução que transfere a competência para prever as condições técnicas de fechamento e bloqueio de estradas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para os órgãos de vigilância dos estados.

A Administração Estadual destaca, ainda, que caminhoneiros são fundamentais para abastecimento de alimentos e materiais para saúde, além de garantir a continuidade de obras públicas essenciais, em especial às voltadas à manutenção da saúde. Desta forma, através da publicação do decreto 35.678, determinou que estabelecimentos nas estradas fiquem abertos para apoiar a livre circulação dos caminhões.

Os locais de apoio visam disponibilizar álcool em gel, produtos de limpeza, clinicas, consultórios e hospitais veterinários, além de serviços de inspeção de alimentos e produtos derivados de origem animal e vegetal.

O Governo do Estado disponibiliza, ainda, aos profissionais o número de contato para dúvidas sobre o assunto (99) 99191-0709.