Plantão Policial

Homem suspeito de tentativa de estupro e porte ilegal de arma de fogo é indiciado pela Polícia Civil em Nova Olinda

As investigações realizadas pela Polícia Civil comprovaram o envolvimento do suspeito nos delitos mencionados.

Foto: Divulgação
  • Da Redação
  • 06 de setembro de 2019 (Atualizada em 06/09/2019 11:31:50)

Nesta quinta-feira (5), a Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da 33ª Delegacia de Nova Olinda, concluiu às investigações referentes à prática de crime de tentativa de estupro qualificado e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e indiciou o indivíduo de iniciais D.D.V pelos crimes de tentativa de estupro e porte ilegal de arma de fogo. 

De acordo com o delegado Luís Gonzaga da Silva Neto, no dia 13/05/2016, por volta das 19h, à vítima, que à época dos fatos tinha 15 anos de idade, estava em sua residência juntamente com o seu irmão e sua mãe, momento em que fora surpreendida pelo suspeito D.D.V, vulgo “Dominguinhos” (que na época dos fatos tinha 49 anos), o qual portando uma arma de fogo, tentou arrastar a adolescente até outro cômodo da casa a fim de cometer o abuso sexual. No entanto, o suspeito foi impedido de praticar o ato devido à pronta interferência da mãe da jovem, que lutou com o agressor fazendo com que o mesmo fugisse.

 O delegado Luís Gonzaga da Silva Neto, Titular da Delegacia de Nova Olinda, concluiu o inquérito policial, sendo D.D.V. indiciado pelos crimes de tentativa de estupro qualificado e porte ilegal de arma de fogo, cuja pena total pode chegar ao patamar de 10 (dez) anos de prisão. O caso agora fora encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.

LINK CURTO: https://diariotocantinense.com.br/r/Og

Deixe seu comentário: