IFTO suspende retorno das aulas presenciais por aumento de casos de covid-19 em todas as unidades

A suspensão do retorno presencial vale até o dia 10 de fevereiro

Da Redação

As aulas no Instituto Federal do Tocantins (IFTO), que retomariam nesta quinta-feira, 27, no formato presencial, foram adiadas. A justificativa do instituto se deve ao aumento no número de casos de Covid em todo o estado do Tocantins.

O presidente da Comissão Local de Vestibular do IFTO, Francisco das Chagas, explicou por meio de comunicado à imprensa que as aulas foram iniciadas na modalidade online. “Os alunos estão devidamente orientados a acessar as nossas plataformas e acompanhar suas aulas remotamente", explicou.

A suspensão do retorno presencial vale até o dia 10 de fevereiro. Até essa data, o Comitê de Risco fará uma análise e informará se a medida será mantida ou não.

"Devido ao recente aumento nos casos de contaminação da Covid no estado, o Comitê de risco orientou a suspensão desse retorno presencial até 10 de fevereiro, período o qual eles vão fazer um estudo sobre a situação epidemiológica de cada campus para então fazer novas definições a respeito do retorno presencial", explicou o presidente.

Conforme a instituição, foi constituída também uma comissão para avaliar a cobertura vacinal e os procedimentos que serão adotados com relação à exigência do comprovante de vacinação.

O IFTO oferece diversos cursos nos seguintes municípios: Araguaína, Araguatins, Colinas do Tocantins, Dianópolis, Formoso do Araguaia, Gurupi, Lagoa da Confusão, Palmas, Paraíso do Tocantins e Porto Nacional.