Indisposição no parlamento: Leandro Coutinho anula eleição que definiu novo presidente da Câmara de Colinas

O comunicado aconteceu após um dia de indisposição na Sessão da Câmara

Da redação

A sessão extraordinária para a eleição do novo presidente da Câmara de Colinas estava prevista para o último dia 19, mas foi desmarcada por meio de um ofício do presidente da Casa, Leandro Coutinho.

O comunicado aconteceu após um dia de indisposição na Sessão da Câmara. Na ocasião, vereadores se desentenderam e iniciaram uma discussão seguida de briga, a Polícia Militar foi até o local para acalmar os ânimos.

O comunicado de suspender a sessão da noite não agradou os parlamentares que fizeram uma espécie de “protesto” em frente à Câmara e aguardaram o vice-presidente da Casa, Augusto Agra para darem início às votações, sem o presidente Coutinho.

A sessão marcada pelo presidente, mas sem a presença dele, elegeu como novo presidente da Casa, o vereador Augusto Agra (UB), mas Leandro Coutinho, presidente atual não acatou a votação e emitiu um novo comunicado anulando a votação. 

“Cumpre esclarecer que os atos praticados na utilização de chaveiro para terem acesso ao Plenário para realizarem uma Sessão, a qual estava revogada pelo presidente da Casa, conforme ofício n° 21/2022, que deu ciência aos vereadores que recusaram a assinar a assinar a convocação da mesma, conforme prints anexo a este ato, não possuiu verdade”, expressa o documento emitido pelo presidente da casa.  

Em entrevista ao DT, Leandro Coutinho afirmou que a iniciativa de alguns parlamentares é vergonhosa e não representa a população. “Foi um fato vergonhoso feito por alguns colegas na casa. Espero que não se repita mais, temos que dar exemplo para população, falta de respeito o que aconteceu”, disse Coutinho sobre a indisposição com os parlamentares da Casa, que em seguida afirmou que a nova data para eleição da casa ocorrerá no mês de junho.