Marlon Reis tem contas rejeitadas de 2018 pelo TRE e diz que não recorrerá

Em nota Reis garantiu que não recorrerá da decisão e afirma que não teve restrição aos seus direitos políticos

Da Redação

O ex-juiz e atualmente advogado, Marlon Reis (PSB), teve suas contas rejeitadas do período de 2018 pelo Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins nesta última sexta-feira 30. Em nota Reis garantiu que não recorrerá da decisão e afirma que não teve restrição aos seus direitos políticos.

Conforme ainda Reis a campanha dele teria sido em caráter modesta e com carência absoluta de recursos financeiros.

“Foi um momento rico em propostas e baseado no sonho de militantes de todo o Tocantins, que seguirão mobilizados até que seja vencida a última oligarquia local’, finalizou Marlon Reis.

Confira a nota

Respeito a decisão tomada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins e desde logo anuncio que dela não recorrerei. Foram observadas falhas formais, eis que todas as informações foram prestadas de modo transparente. A decisão tem apenas caráter administrativo e, pela lei, não restringe em nenhum aspecto os meus direitos. Fiz uma campanha modesta, marcada pela carência absoluta de recursos. Foi um momento rico em propostas e baseado no sonho de militantes de todo o Tocantins, que seguirão mobilizados até que seja vencida a última oligarquia local.

Márlon Reis