Mauro Carlesse pode surpreender com candidatura à reeleição abrindo vantagem para Dorinha Seabra Rezende no Senado Federal

Fato novo, mas que não surpreendeu foi o clamor para a candidatura da deputada federal Dorinha ao Senado

Da Redação

Como dizem por aí, eleição só se ganha no dia, mas, em se tratando de política, tudo pode mudar em questão de minutos ou, até mesmo, de segundos. Até poucos meses, a candidatura do governador Mauro Carlesse (PSL) ao Senado já era tida como certa nos bastidores da política tocantinense. 

Fato novo, mas que não surpreendeu foi o clamor para a candidatura da deputada federal Dorinha Seabra (DEM) ao Senado. A parlamentar tem exercido um brilhante trabalho na Câmara Federal e teve o merecido reconhecimento, em âmbito nacional, na luta para a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/15 que tornou permanente o Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) e elevou a participação da União para financiamentos da educação infantil e ensinos fundamental e médio. 

Recentemente, a imprensa nacional projetou a possibilidade de fusão entre DEM e PSL. No Tocantins, os partidos são representados, respectivamente, por Dorinha e Carlesse. Vale lembrar que o governador já disputou, com Dorinha, o comando do partido no Estado. 

Com a possível fusão do DEM e PSL, fontes palacianas já previam uma nova disputa entre Carlesse e Dorinha. No entanto, como disse acima, em política, tudo pode mudar em questão de minutos ou, até mesmo, segundos. Um estudo jurídico já foi encomendado, por alguém muito interessado (a) na candidatura do governador, para analisar a possibilidade dele concorrer à reeleição.

O fato é que, caso esse estudo seja favorável a Carlesse, pegará muita gente de surpresa, até mesmo aliados de primeira hora do governador que já dão como certos alguns possíveis nomes para a sucessão do governador como o do secretário da Fazenda, Sandro Armando, do secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, do senador Eduardo Gomes e do vice-governador Wanderlei Barbosa. 

Precisamos, realmente, dar a César o que é de César. O governador Carlesse também tem exercido uma excelente administração. Tem enfrentado grandes desafios como governar um estado novo, diante de uma pandemia, e ainda conseguir a façanha de, após anos, enquadrá-lo na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), destravado importantes obras como a ponte de Porto Nacional e realizado investimentos milionários em todos os 139 municípios do Estado, por meio do Tocando em Frente.
 
Se Carlesse vai ao Governo ou ao Senado, ainda não sabemos, mas a corrida eleitoral para 2022 já começou e é certo que poderemos ter grandes surpresas, no cenário político estadual, daqui até o final do ano.