Cidades

Novembro Azul: Prefeitura de Arapoema realiza diversos atendimentos em saúde para homens da cidade

A Prefeitura de Arapoema, realizou entre os dias 28 e 29 de novembro, um mutirão de atendimentos aos homens.

Foto: Divulgação
  • Da Redação
  • 29 de novembro de 2019 (Atualizada em 29/11/2019 14:52:26)

A Prefeitura de Arapoema, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou entre os dias 28 e 29 de novembro, um mutirão de atendimentos aos homens arapoemenses. Em alusão ao “Novembro Azul”, mês de abordar a prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de próstata, toda a equipe da Gestão executou diversos serviços em saúde para os homens da comunidade.

Foram realizadas palestras educativas e de conscientização com o Dr. Matheus Marinho, exames de ultrassom de próstata, testes rápidos para tipo de sorologia, consultas médicas diversas, atendimento especializado em enfermagem, avaliações odontológicas, atualizações vacinais, entre outros serviços.

De acordo com o Secretário Municipal de Saúde de Arapoema, Vagner Araújo Silva, ações como essa são necessárias para levar informação e atendimento aos homens da cidade. Ele também parabenizou o trabalho de toda a equipe, que se empenhou em realizar um mutirão. “Agradeço ainda a nossa Prefeita, Professora Lú Parizi, que deu total liberdade e suporte para realizarmos essa ação tão grandiosa. Poder trabalhar, ofertando qualidade de vida para a nossa gente é muito gratificante. Para todos ficou o recado de que não podemos ter medo da prevenção”, disse.

Durante todo o ano, a Secretaria Municipal de Saúde de Arapoema vem realizando trabalho que fomente o atendimento em saúde e de prevenção para a população da cidade. Desde o carnaval, passando pelo dia da mulher e das mães, outubro rosa, entre outras dezenas de ações pontuais e coletivas.

Novembro Azul

Novembro Azul é um movimento mundial que acontece durante o mês de novembro para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. A doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros e as maiores vítimas são homens a partir dos 50 anos, além de pessoas com presença da doença em parentes de primeiro grau, como pai, irmão ou filho.

No Tocantins, quase 100 homens diagnosticados com câncer de próstata morreram em 2019. De acordo com os dados da Secretaria de Saúde do Tocantins, as 99 mortes foram registradas só este ano e a maioria dos homens podem não ter realizado exames preventivos. Segundo especialistas, a prevenção e o diagnóstico precoce aumentam as chances de cura da doença.

 

LINK CURTO: https://diariotocantinense.com.br/r/XV

Deixe seu comentário: