PF realiza operação para combater o contrabando de cigarros no TO

Os investigados são suspeitos de cometer os crimes de contrabando, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Da Redação

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira 19, a operação “Cortina de Fumaça” visando desarticular suposto grupo criminoso investigado pelo comércio ilegal de cigarros contrabandeados na cidade de Araguaína/TO e região norte do Estado do Tocantins.

Os investigados são suspeitos de cometer os crimes de contrabando, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Aproximadamente 40 policiais cumprem 10 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Araguaína/TO, nas cidades de Araguaína, Colinas do Tocantins, Paraíso do Tocantins, Anápolis/GO e São Raimundo Nonato/PI.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de contrabando, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Além da obtenção de novas provas, busca-se interromper a continuidade das supostas ações criminosas, delimitar a conduta dos investigados, além de resguardar a aplicação da lei penal.

A Operação foi denominada “Cortina de Fumaça” em referência a forma encoberta de realização do comércio ilegal de cigarros contrabandeados pelos suspeitos.

A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares. (Assessoria de imprensa)