Ponte que liga zona rural ao centro de Bandeirantes foi incendiada; suspeita-se de ato criminoso

A via, além de ser o principal acesso para a zona rural, ligava o município de Bandeirantes à Nova Olinda, Pau D’Arco e Garimpinho

Da Redação

Faltando menos de um mês para as eleições, a ponte que liga o centro de Bandeirantes, norte do Tocantins, à zona rural do município, amanheceu incendiada nesta quarta-feira, 21. A via, além de ser o principal acesso para a zona rural, também ligava o município de Bandeirantes à Nova Olinda, Pau D’Arco e Garimpinho. Segundo as investigações policiais, o ato pode ter sido criminoso.

De acordo com a polícia científica, que já realizou a perícia no local, o evento aconteceu por volta da meia noite, e há fortes indícios que o ato tenha sido criminoso. O delegado Marco Aurélio Barbosa, responsável pela investigação, destaca que o incêndio teve origem na ponte sentido zona rural para o centro de Bandeirantes, e que ainda não há suspeitos.

A ponte que atende milhares de agricultores e moradores teve perca total, trazendo prejuízos econômicos para o município e causando transtornos para quem vive na região. O morador de Bandeirantes, João Batista Calácio dos Santos, que usava a ponte com freqüência para visitar os seus familiares que vivem na zona rural, ressalta com preocupação a falta de acessibilidade. “A minha maior preocupação é com os meus pais que são idosos e precisam de mantimentos e medicamentos, e se precisar de alguma coisa com urgência, eu vou ter que dar uma volta duas vezes maior”, afirmou.

Para o prefeito do município José Mário Zambom os prejuízos causados pela destruição da ponte vão além do econômico. “Para construir uma ponte novamente, isso vai custar ao município entre 200 e 300 mil reais, mas o maior prejuízo mesmo vai ser não poder atender um cidadão em caso de emergência com rapidez e correr o risco de perder vidas”.

O prefeito sinalizou ainda que estará entrando em contato com o município vizinho Pau D’Arco que faz divisa com Bandeirantes para em parceria, construir uma nova ponte o mais rápido possível.