Prefeitura de Palmas retomará o carnaval tradicional da cidade

Projeto apresentado atende uma demanda de foliões da Capital, que solicitaram a retomada do carnaval tradicional

Da Redação

‘Carnaval do Amor’, uma festa para atender a demanda para os palmenses que curtem a festa, e que também terá uma finalidade solidária. É esta a proposta para o carnaval que terá o apoio da prefeitura, por meio da Fundação Cultural de Palmas (FCP), apresentada nessa quinta-feira, 23, para empresários, foliões e representantes da sociedade civil organizada em Palmas.

O projeto, apresentado pelo presidente da FCP, Giovanni Assis, atende uma demanda de foliões da Capital, que solicitaram a retomada do carnaval tradicional na cidade e também do Hospital de Amor, que será parceiro na realização do evento, e terá também uma finalidade solidária, uma vez que os voluntários do Hospital de Amor ficarão à frente do bar principal, que terá toda a arrecadação destinada para a construção da obra em Palmas.

Representante da Associação de Voluntários do Hospital de Amor, Mateus Bertoni, falou sobre o trabalho do Hospital e explicou que o espaço será uma forma importante de arrecadação para a obra na Capital.  “É uma oportunidade de participar de um grande evento e poder reverter os recursos para a construção do Hospital de Amor no Tocantins. Estamos muito felizes e vamos trabalhar para ter um ótimo resultado”, disse.

Esta primeira reunião teve como finalidade a apresentação do projeto, além de ouvir a opinião dos interessados em construir conjuntamente a festa. Um novo encontro ficou agendado para a próxima quinta-feira, 30, às 15 horas, na FCP.

O Carnaval

O Carnaval do Amor será realizado na Praia da Graciosa, durante os cinco dias da festa. A Fundação Cultural irá apoiar o evento com estrutura e atrações locais e nacionais em processo de definição, além de disponibilizar tendas para os blocos participantes. Para a organização da festa haverá chamamento público para os blocos, comerciantes e ambulantes que queiram participar.

“O objetivo é atender a demanda da população pela retomada do carnaval tradicional na Capital e iniciar um movimento maior, para que os blocos, empresários e a sociedade civil sejam os protagonistas nesse processo”, afirma o presidente da FCP, Giovanni Assis.

Assis explica que a escolha da Praia da Graciosa acontece em razão de já ser um local tradicional de eventos na Capital, que atende as necessidades do carnaval com o menor impacto em relação a perturbação do sossego público. Desta forma, a prefeitura irá apoiar oficialmente o Carnaval de Taquaruçu, já tradicional no distrito, o Carnaval do Amor, na Praia da Graciosa, e promover o Capital da Fé, no Estádio Nilton Santos. “Outras iniciativas de eventos de Carnaval podem ser realizadas, desde que cumpram as diretrizes para a realização de eventos desse porte, contidas em legislação específica”, disse.

Presente na reunião, o promotor do Meio Ambiente do Ministério Público Estadual, Fábio Lang, elogiou a iniciativa. “A Cidade tem hoje um efetivo de segurança pequeno, desta forma é melhor concentrar a festa em um local, porque é possível prover mais segurança. O que não pode ocorrer é, em razão de uma festividade, ocupar uma rua de forma desordenada, sem a estrutura e autorizações necessárias. Nosso interesse é que não haja perturbação do sossego alheio, onde for autorizado pela Prefeitura o MPE vai apoiar”,  explicou ele.

A iniciativa também recebeu apoio dos segmentos econômico da Capital, como o da proprietária de food trucks, Raymara Silva. “Esse incentivo é muito bom, nos últimos anos a gente tem que se locomover para Gurupi. Então para a gente que é comerciante em Palmas é essencial, estamos felizes, porque além do Capital da Fé, o Carnaval ressurgiu novamente”, disse.

Empresário da área de entretenimento, Lucas Terra, afirmou que este é um momento importante, porque volta a ativar outro lado da economia na Cidade. “Além disso, colocar a população para participar da construção da festa faz com que ela volte ainda com mais força, pois vem de forma personalizada e atendendo as necessidades apontadas pela população”, afirmou Lucas, ao informar que nos próximos será decidido se montará um bloco.

Representando um dos primeiros e mais tradicionais blocos de Palmas, o ‘Filhos da Pauta’, a presidente do Sindicato dos Jornalistas do Tocantins (Sindjor), Alessandra Bacelar, falou que o ‘Carnaval do Amor’ pode ser a oportunidade para o retorno do bloco. “Desde o ano passado a gente ensaia a volta do ‘Filhos da Pauta’, que é uma forma de reunir os jornalistas em torno de pautas polêmicas e diversão. Achamos bem-vinda a ideia de retornar essa parte do Carnaval popular, de retomar os blocos, então a gente vai conversar com os colegas e verificar a possibilidade de participar, mas desde já agradou muito essa ideia de ter um espaço para quem gosta de Carnaval”.

Assis ressaltou que essa primeira reunião foi muito positiva. “Pois reuniu sociedade civil, foliões, representantes de instituições públicas, todos em prol do carnaval, que vai ser o Carnaval do Amor, ou seja uma festa em prol do Hospital do Amor, que nos apresentou uma proposta. A prefeitura vai apoiar essa proposta, com as instituições parceiras e chamando os blocos para aderirem e participarem juntos desse movimento, em um circuito que será montado na Praia da Graciosa”, concluiu Giovanni Assis.

Participantes

Bloco do Chambari, Boto Fé Nesse Som, Câmara de Dirigentes dos Lojistas; Mujica Bar, Secretaria da Juventude, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ministério Público Estadual, Bloco Tô na Pista, Sindjor, Associação de Ambulantes, Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Tocantins, Ambulantes e foliões interessados em montar blocos. (Assessoria de imprensa)