Senador de São Paulo propõe adiar as eleições municipais deste ano para 2022

Na PEC ainda está a utilização do fundo eleitoral para o custeio da saúde no que diz respeito à situação de pandemia

Da Redação

Nessa segunda-feira, 23, o senador Major Olímpio (PSL-SP) apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) com o intuito de adiar as eleições municipais deste ano para o ano de 2022. Em entrevista ao Diário Tocantinense ele disse que devido ao momento de crise da pandemia do coronavírus “seria difícil termos eleições, uma vez que as pessoas estarão em casa e não poderão sair para evitar contaminação”.

Ele também justificou que o prazo é curto para as eleições. “As eleições estão aí. Estou correndo para recolher as assinaturas necessárias e, após isso, apresentar no plenário”, disse.

Ele afirmou que deseja contar com o apoio da bancada tocantinense, principalmente com o apoio do senador Eduardo Gomes (MDB) e do deputado federal Carlos Gaguim (DEM). “Desejo contar com o apoio de todos os parlamentares, porque preciso ter 308 votos na Câmara e 49 no Senado. Espero ter o apoio dos colegas do Tocantins, principalmente dos nossos amigos Eduardo Gomes que é o líder do governo no Congresso e parceiro de Senado e também do Carlos Gaguim que já foi governador do Tocantins e sabe da importância de se governar e de cuidar das pessoas. Eles são da ala do Bolsonaro e acredito que sensibilizarão o presidente e a cúpula dele”, afirmou.

Segundo o senador, na PEC ainda está a utilização do fundo eleitoral para o custeio da saúde no que diz respeito à situação de pandemia em que o País vive. “Com a prorrogação da eleição diminuiria a incidência do vírus e as eleições aconteceriam apenas de 4 em 4 anos com todos os candidatos, ou seja: vereador, prefeito, deputado estadual e federal, governador, senador e presidente da república”, explicou.