Senador Eduardo Gomes do Tocantins continua sendo favorito para presidência do Senado

Alcolumbre quer ter o sucessor como aliado, em em média uns seis nomes cotados, mas Eduardo Gomes (MDB/TO)

Da Redação

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), devem escolher juntos quem irá ser o sucessor de Acolumbre. Eduardo Gomes (MDB), passa a ser um nome forte, entre as escolhas. 

Os dois tiveram uma reunião na última terça-feira 8. Este foi o primeiro encontro depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de barrar a reeleição de presidentes da Câmara e do Senado numa mesma legislatura.

Alcolumbre quer ter o sucessor como aliado, em em média uns seis nomes cotados, mas Eduardo Gomes (MDB/TO) e Nelsinho Trad (PSD/MS), podem ser um os escolhidos. Eduardo Gomes, pode ter mais chances por ser o líder do Governo Bolsonaro, agora com a nova aliança formada. 

Sobre este assunto, o Palácio do Planalto não quis comentar e passou para o presidente do senado comentar o assunto. Até o fechamento da matéria, o Diário Tocantinense (DT) não obteve retorno do Senado.