Sócio de uma das maiores redes de postos de combustível do Estado é morto a tiros em Palmas

A vítima foi Nilton Alcântara, um dos sócios e também o presidente da rede Petrolíder

Da Redação

Nesta terça-feira, 25, um homem foi morto a queima-roupa na Arse 75 Sul, em Palmas. A vítima foi Nilton Alcântara, um dos sócios e também o presidente da rede Petrolíder, uma das maiores no ramo de combustíveis no Tocantins.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins (SSP-TO), equipes da 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP - Palmas), Instituto de Criminalística (IC) e Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local onde um homem foi morto. 

“Investigações preliminares já estão em andamento, sendo que os trabalhos serão coordenados pela equipe da 1 DHPP. O local foi periciado e o corpo encaminhado ao IML para realização da necropsia”, diz nota da SSP-TO. 

A suspeita é de que Alcântara estaria indo ao encontro da esposa e dos filhos quando foi alvejado com seis disparos no tórax. 

Até as 23h desta terça-feira, 25,  não havia informações sobre o paradeiro do suspeito, mas as equipes trabalham levantando imagens das câmeras de segurança do posto e também de outros estabelecimentos na região.