Saúde

Waldemar propõe que o governo do Estado monte Casa de Apoio em Barretos

A proposta foi apresentada na sessão matutina desta quarta-feira, 22, da Assembleia Legislativa do Tocantins.

Foto: Divulgação
  • Da Redação
  • 23 de maio de 2019

Preocupado com a situação dos pacientes oncológicos tocantinenses que buscam tratamento no Hospital do Amor de Barretos (SP), o deputado estadual Valdemar Júnior (MDB) requereu ao Governo do Estado a construção de uma Casa de Apoio na cidade, para acolher as pessoas enfermas e familiares que se deslocam do Tocantins para São Paulo, à procura de tratamento clínico. A proposta foi apresentada na sessão matutina desta quarta-feira, 22

Durante a sessão o deputado exibiu um vídeo, no qual o coordenador de projetos do Hospital do Amor, Rubikinho Carvalho, ao lado de uma paciente tocantinense do município de Novo Jardim, pede o empenho dos parlamentares, senadores e do governo do Estado para criar uma Casa de Apoio naquela cidade.

Rubikinho relata no vídeo que o Hospital do Amor está tratando de 805 pacientes oriundos de 94 cidades tocantinenses, que recorrem a Barretos à procura de ajuda para o tratamento de câncer.

Valdemar esteve em Barretos no último fim de semana para conhecer o trabalho do Hospital do Amor e visitar o seu amigo, o prefeito de Paraíso Moisés Avelino (MDB), que está na cidade fazendo tratamento. O emedebista conheceu as Casas de Apoio de outros Estados, instaladas ao redor da unidade hospitalar, para ver de que forma pode ser feito o acolhimento dos tocantinenses, a fim de que o Estado coloque em prática o serviço de assistência social no local.

“Tive a oportunidade de conhecer de perto o trabalho feito pelo hospital e pelas Casas de Apoio de outros Estados. Fiquei impressionado com a estrutura da unidade hospitalar e das casas espalhadas ao seu redor, que são de vários municípios do Brasil”.

Para o parlamentar, esse tipo de local desempenha um gesto humanitário. “Nós, deputados, nos consternarmos e nos solidarizarmos com o sofrimento dos tocantinenses que saem de vários lugares do interior do Tocantins para fazer tratamento contra o câncer, a fim de restabelecer suas esperanças na cura para a doença”, explicou, acrescentando que, por ser referência no tratamento do câncer para toda a América Latina, Barretos recebe gente de várias regiões do país.

 

LINK CURTO: https://diariotocantinense.com.br/r/Hj

Deixe seu comentário: