A diferença entre Wanderlei é gritante um é popular e o outro fechado, um fechou o Palácio Araguaia para si e o outro abriu

Da Redação

Com a posse de Wanderlei Barbosa (Sem partido) ao cargo de governador em exercício, no lugar de Mauro Carlesse afastado por meio de decisão do colegiado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), devido a atos de corrupção no governo, o Estado do Tocantins, abriu a caixa preta e começou a trabalhar por sua gente. A diferença entre Wanderlei barbosa é gritante um é popular e o outro fechado, um fechou o Palácio Araguaia para si e o outro abriu para o povo como de direito.

Barbosa entendeu o presente ‘divino’ e em sua primeira oportunidade como titular do Palácio Araguaia, rasgou o contrato de concessão pública do Jalapão, acatando aí o pedido de centenas de moradores da região que não aceitavam a venda do parque para a iniciativa privada e que motivou manifestação pela comunidade. Diga-se de passagem, que a bravura de Wanderlei ecoou e ganhou os quatros cantos do estado, demonstrando ser um líder popular e inteligente.

Outro fato que chamou a atenção foi o que ocorreu na semana passada, quando foi iniciado o pagamento de 14 mil progressões, calculadas chegaram ao valor de R$ 7 milhões de reais e R$ 100 mil reais e a data-base referentes a quatro meses do ano de 2015, totalizando mais de R$ 42 milhões a serem creditados na folha. Na gestão anterior, a única coisa que ouvia ser dito e que não tinha como honrar os compromissos fiscais e de direito de servidor por não haver margem. Barbosa provou que tinha possibilidade e fez a acontecer ganhando aí a categoria. 

Com a decisão de pagar os direitos do funcionalismo o que ficou na cabeça de cada pai e mãe de família quem de fato estaria com a verdade, se de fato o que ouvia antes o recurso porque não pagava? Pelo que todos entenderam e que tinha dinheiro no caixa e havia condições legais para tal, o que não houve foi boa vontade de fazer e cumprir com o que a constituição lhe obriga que é trabalhar respeitando as leis e trabalhar pelo seu povo sofrido e batalhador. 

O governador em exercício, vem fazendo diferente e mostrando a que veio, trocou os investigados de processos na justiça, concedeu direitos a servidores, criou a pasta dos esportes antes impossibilitada por falta de ‘vontade’ e abriu as portas e o seu gabinete para receber lideranças, políticos e populares. Pelo que percebi nos últimos dias até a sua casa pessoal virou ponto de encontro.

Uma coisa que não dá para entender, quais seriam as razões que opositores tentam imprimir a mesma pessoa Wanderlei com o Carlesse. Sem sombra de dúvidas não se pode esquecer que um é vice e o outro foi cabeça de chapa. Contudo, não pode comparar seus feitos, um trabalhou para si e o outro para todos. Barbosa até então, não tem processo que o investigue por algum crime. Já Carlesse é alvo de inúmeros processos por esquemas de corrupção. 

Uma coisa é certa, não há uma só alma viva que esteja lamentando o afastamento de Carlesse do governo do Tocantins. A impressão que temos é que ele surgiu das cinzas e de lá mesmo desapareceu, não conquistando apoios sólidos para dar continuidade a sua gestão e que atualmente dos seus últimos suspiros dados a própria sorte em um processo de impeachment na Assembleia.

Na forma com o que os fatos vão se desenrolando não há o que falar em Wanderlei ser a mesma pessoa que Carlesse, o que podemos ver um que queria mostrar o seu trabalho em conjunto com aliados e o outro que liderou a si próprio. Vejamos os próximos capítulos...