Plantão Policial

Ações conjuntas da PC e PM resultam na recuperação de veículo furtado e na prisão de suspeito de estupro de vulnerável

Veículo furtado em Pernambuco será restituído pela Polícia Civil à proprietário e E. S. C., investigado por estupro.

Foto: Divulgação
  • Da Redação
  • 09 de junho de 2019

Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Campos Lindos, em operação conjunta com a Polícia Militar, efetuou, na tarde desta sexta-feira (7), naquele município duas ações de combate à criminalidade, as quais resultaram na apreensão de um veículo fruto de apropriação indébita, em 2018, na cidade de Recife/PE, e na prisão de um indivíduo de iniciais E.S.C, que é suspeito do crime de estupro de vulnerável e foi capturado mediante cumprimento a mandado de prisão.

1ª ação policial

Conforme o delegado Gustavo Toledo Vaz de Melo, após compartilhamento de informações entre o serviço de inteligência da DPC de Campos Lindos e a Polícia Militar, foi possível identificar e apreender o veículo VW Saveiro, de cor branca, ano 2017, que é registrado em nome de uma locadora de veículos em Minas Gerais, mas foi trazido para o Tocantins e circulava normalmente nas ruas de Campos Lindos.

Desse modo, o veículo foi conduzido até o pátio da Delegacia de Campos Lindos, onde será submetido à Perícia Oficial do Estado e, posteriormente, será restituído ao legítimo proprietário.

2ª ação policial

Em uma nova ação, também com o apoio da Polícia Militar, a equipe de policiais civis da Delegacia de Campos Lindos deu cumprimento à mandado de prisão em desfavor de um indivíduo de iniciais E.S.C pela prática de crime contra a dignidade sexual.

De acordo com o delegado Gustavo Toledo, a ação que resultou na prisão do indivíduo se deu em apoio ao Poder Judiciário, uma vez que o homem é investigado pelo crime acima mencionado e teve a prisão decretada pelo juízo da Comarca de Goiatins. 

Após ser localizado e preso pela Polícia Civil, o indivíduo foi conduzido à sede da Delegacia de Campos Lindos e, após a realização das providências leais cabíveis, foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

LINK CURTO: https://diariotocantinense.com.br/r/I7

Deixe seu comentário: