Afrouxou geral: Novo decreto municipal flexibiliza o retorno de academias e igrejas em Colinas

Conforme o decreto, os comerciantes e igrejas devem continuar seguindo as restrições, como evitar aglomerações

Da Redação

Sem nenhum caso do novo Coronavírus registrado em Colinas do Tocantins, a Prefeitura do Município, por meio do decreto nº 28/2020, flexibilizou a volta de algumas atividades, com as restrições recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).  Dentre os estabelecimentos que poderão funcionar, estão as academias esportivas e igrejas. As novas medidas foram anunciadas em coletiva com a imprensa local feita pelo prefeito Adriano Rabelo, durante uma Live realizada nesta quinta-feira (16).

Conforme o decreto, os comerciantes e igrejas devem continuar seguindo as restrições, como evitar aglomerações, respeitar o limite de distância recomendado pelo Ministério da Saúde (MS), além de outras medidas que devem ser cumpridas rigorosamente como forma prevenção ao coronavírus. 

De acordo com o prefeito Adriano Rabelo a fiscalização será rígida. “Vamos estar atentos no cumprimento de medidas, se todos os estabelecimentos vão estar cumprindo. Precisamos juntos proteger nosso bem maior que é a vida e todos são responsáveis nos cuidados”, disse.

Continuam suspensos

A realização de eventos públicos e atividades que envolvam aglomeração de pessoas (com mais de 10 pessoas), como eventos esportivos, científicos, shows e outros, seguem suspensos por tempo indeterminado.

As aulas da Rede Municipal de Ensino, e estabelecimentos de ensino públicos e privados, como escolas e faculdades também continuam suspensas. Além de atividades em clubes, boates e casas de eventos.

Também continua vedado o consumo e venda de bebidas alcoólicas (no local) em conveniências, lanchonetes, padarias, bares, trailers, food trucks, espetinhos, e similares, sendo permitido apenas a retirada no balcão, serviço de drive thru e tele entrega (delivery).

Sobre a educação municipal

Questionado se haveria antecipação das férias escolares o prefeito foi enfático, “Se continuar a pandemia teremos que antecipar para o mês de maio as férias, porque não teria como dar férias no mês de julho haja vista que o calendário escolar diz que tem que se completar a carga horária de 800 horas e não diz que tem que ser dentro do mesmo ano”.

Ao que tudo indica caso possa continuar a pandemia as aulas continuaram suspensas e as férias poderão ser antecipadas.

Números de respiradores em Colinas

Ainda em coletiva o prefeito, Adriano Rabelo disse que a cidade já conta com 15 respiradores prontos para atender pacientes que tenham contraído o vírus.