Ao todo, são 36 feiras agropecuárias previstas para acontecer em 2024 que contarão com o apoio dos poderes

Da Redação

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), deputado Amélio Cayres (Republicanos), participou nesta quarta-feira, 31, de reunião com o setor produtivo para tratar sobre a realização de feiras agropecuárias no Tocantins em 2024. O encontro foi liderado pelo governador Wanderlei Barbosa (Republicanos) e contou com a presença do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet), Paulo Carneiro, e de presidentes de sindicatos rurais de 34 municípios tocantinenses.

“As feiras são muito importantes para a economia estadual, uma vez que promovem investimentos essenciais no setor agropecuário e também incentivam o comércio. Sou um grande apoiador destas exposições e fico satisfeito em ver o Governo do Estado a cada ano se dedicando mais a ouvir e fortalecer os sindicatos rurais”, explicou Amélio Cayres.

Ao todo, são 36 feiras agropecuárias previstas para acontecer em 2024. Além de solicitar a parceria do Governo do Tocantins para realização dos eventos, o presidente da Faet também agradeceu os investimentos públicos destinados ao setor. 

Para o governador, o investimento nas feiras leva a um maior desenvolvimento econômico para o Tocantins. "Nós temos o exemplo da Agrotins, em que investimos cerca de R$ 10 milhões e tivemos um retorno de R$ 3 bilhões. Fomos o Estado que mais cresceu no comércio anual, tendo desempenho de 12%. Isso é fruto de várias políticas públicas, entre elas, o fortalecimento das feiras, investimento no setor produtivo e incentivo ao comércio. Sabemos que o setor é uma vertente que movimenta a economia do Tocantins, temos grandes frigoríficos, assim como uma grande produção de grãos, e precisamos desse tipo de produção para o Estado”, afirmou Wanderlei Barbosa.

Conforme dados da Faet, em parceria com o Governo do Tocantins, o setor teve investimento superior a R$ 25 milhões, movimentando mais de R$ 290 milhões na economia estadual. Já em 2024, a expectativa da Federação é que as exposições agropecuárias movimentem R$ 400 milhões, dada a previsão de realização de seis feiras a mais que no ano anterior. (Com informações da Secom/Governo do Tocantins)