Cerca de 150 pessoas estiveram nos bastidores e elenco, dentre eles um total de 28 indígenas Xerente

Da Redação

A 18ª edição da Paixão de Cristo, realizada pela Cia de Teatro Art’Sacra alcançou neste ano de 2022 recorde de visualização, com cerca de 3 mil acessos, até este domingo, 17. A apresentação marcou a maioridade desta tradição e foi apresentada na última sexta-feira, 15, no Teatro Sesc Palmas, com público online e presencial.

Para o ator e diretor-geral Valdeir Santana, o sentimento é de missão cumprida. “Estamos muito felizes em cumprir esse IDE que é de levar a mensagem do amor de Jesus Cristo a tantas famílias, tivemos visualizações dos quatro cantos do País e até fora dele também”, comemorou.

O arcebispo de Palmas, Dom Pedro Brito, afirmou que o espetáculo tem o poder de levar a mensagem de evangelismo com mais acessibilidade aos cidadãos. “Não é uma liturgia, mas tem um poder muito grande de convencer os corações, de penetrar muito mais do que a palavra e a razão”, afirmou.

Cerca de 150 pessoas estiveram nos bastidores e elenco, dentre eles um total de 28 indígenas Xerente. “Foi muito bom participar da Paixão de Cristo, conhecer tantas pessoas, estar unidos por um mesmo propósito”, afirmou a indígena Hayka Xerente.

O ator Felipe Trindade, que pelo terceiro ano interpretou Jesus no espetáculo, lembrou que a preparação para a Paixão de Cristo vai muito além da encenação. “São meses de preparação que inclui muitos cuidados com o corpo, o espiritual, a fé e muita dedicação”, afirmou o artista, que neste ano perdeu 12 quilos para interpretar Jesus Cristo na encenação.

Teatro

O espetáculo neste ano teve como temática “Permanecer no Amor”, uma das principais novidades foi a presença de uma família em cena, como personagens que refletem o público que assiste o espetáculo pelas redes sociais. O vídeo ainda pode ser prestigiado no canal do Youtube da Cia de Teatro Art’Sacra.

História

A Cia foi fundada em 16 de maio de 2005 por um grupo de jovens apaixonados pelo teatro e que sempre atuavam nas apresentações sacras onde dramatizaram passagens dos Evangelhos e outras temáticas para reflexões litúrgicas e formações sócio-educativas na Paróquia Dom Orione, em Palmas.