O grupo é uma das atrações patrocinadas pelo Governo do Estado no Carnaval da Bahia 2024.

Redação | Ascom

A mistura do pagode baiano, sound system, samba e black music do ÀTTØØXXÁ fez a alegria do público que curtiu a folia da capital no Largo do Pelourinho, na noite deste sábado (10). Em homenagem ao tradicional afoxé Filhos de Gandhy, que completa 75 anos, todos os músicos vestiram trajes e turbantes.

No repertório, o coletivo apostou em sucessos do pagode baiano e clássicos do grupo É O Tchan. Em sua primeira apresentação no local, o grupo reforçou a importância do Pelourinho na memória ancestral e cultural do povo baiano e brasileiro. “Tocar no Pelourinho tem um gostinho especial. Os nossos ensaios foram aqui, o Pelourinho é muito especial e representativo para nós. Pela ancestralidade, pela cultura e tudo o que esse local representa”, disse OZ, membro do grupo juntamente com Rafa Dias (produtor musical e líder do projeto), Raoni Kanalha (vocais) e Chibatinha (guitarra). 

O show da banda, que acumula fãs por todo o mundo, atraiu um grupo de amigos de Ibirapitanga para Salvador. Os estudantes Janiele Pinheiro e William Lopes chegaram cedo para aproveitar toda a musicalidade do ÀTTØØXXÁ. “Eu sou apaixonada por essa banda. Estou muito feliz em estar aqui, com meu amigo, para aproveitar o show dessa banda sensacional. Vamos quebrar tudo. Attoxxa é maravilhoso”, afirmou Janiele.

Fã do grupo, o desenvolvedor de software Lucas Amorim foi sozinho acompanhar o show e comentou sobre a expectativa de acompanhar a apresentação da banda. “Eu amo Attoxxa, é um dos melhores grupos baiano. Vim pra cá hoje só pra ver eles e sou muito fã deles. Já tô com a coreografia pronta pra dançar todas as músicas”, comentou. 

O grupo é uma das atrações patrocinadas pelo Governo do Estado no Carnaval da Bahia 2024.