Aproximadamente 59 mil servidores estaduais terão acesso a sistemas mais eficientes e eficazes de gestão das finanças públicas.

Da Redação

Para melhorar a eficiência dos gastos, a sustentabilidade fiscal e os serviços públicos, o Banco Mundial apoiará o estado do Tocantins com um empréstimo de US$ 50 milhões como parte do Programa Progestão. 

Aproximadamente 59 mil servidores estaduais terão acesso a sistemas mais eficientes e eficazes de gestão das finanças públicas. Cidadãos e empresas tocantinenses se beneficiarão indiretamente de melhorias na produtividade e na transparência do setor público. 

O que é o Progestão? 

O Progestão tem como objetivo contribuir para a sustentabilidade fiscal dos estados brasileiros no longo prazo por meio de ações que visam melhorar a gestão patrimonial e racionalizar os gastos públicos. O programa fornece assistência técnica para ajudar os estados participantes a se modernizarem e a melhorar a eficiência em funções governamentais e setores estratégicos, por meio de investimentos em reformas de gestão e sistemas de informação. O Progestão está disponível para todos os estados brasileiros, independentemente de sua situação fiscal, e foi criado por meio de um Memorando de Entendimento entre a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e o Banco Mundial.