Em entrevista a radialistas de todo o país, o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços falou sobre políticas de desenvolvimento e reindustrialização adotadas pelo Governo Federal

Da Redação

De acordo com o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, foi o entrevistado da semana no programa "Bom dia, Ministro". O bate-papo com radialistas de todo o país ocorreu nesta quarta-feira, 7 de fevereiro, nos estúdios da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), em Brasília (DF).
Durante a conversa, Alckmin afirmou que o Brasil passou por uma espécie de desindustrialização nos últimos anos, mas que houve aumento, desde o início do governo, das políticas de desenvolvimento do país. O ministro destacou a Nova Indústria Brasil e as diretrizes para que nos próximos 10 anos o setor industrial brasileiro se torne mais inovador, produtivo e competitivo. 

"Hoje o planeta tem três grandes debates: segurança alimentar, segurança energética e mudança do clima. O Brasil é protagonista dos três", argumentou Alckmin. "Segurança alimentar porque nós somos um grande produtor de proteína animal e vegetal. Segurança energética porque temos a energia mais limpa do mundo, e a preservação dos nossos biomas e transição ecológica". 

"Hoje o planeta tem três grandes debates: segurança alimentar, segurança energética e mudança do clima. O Brasil é protagonista dos três GERALDO ALCKMIN- Vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços"

O ministro destacou que micro, pequenas e médias empresas industriais que desejam ampliar sua produtividade e competitividade já podem se inscrever na nova plataforma do Brasil Mais Produtivo. O programa inicia nova fase com foco na transformação tecnológica das empresas. Serão destinados à iniciativa mais de R? 2 bilhões (dos R? 300 bilhões previstos para o Nova Indústria Brasil). 

"Vamos nos empenhar o mais rápido possível para fazer que a pequena empresa tenha mais oportunidade, gerar riqueza e trabalho para o nosso país", assegurou Alckmin.
 

PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES- No bate-papo, o ministro citou a assinatura do memorando entre Brasil e Bolívia para aumentar a produção de fertilizantes nos dois países. O acordo prevê, entre outras ações, a realização de estudos para construção de fábricas de fertilizantes nitrogenados nos dois países.

A Bolívia tem grandes reservas de gás natural, fundamental para a produção dos nitrogenados, além de minerais usados em outros tipos de nutrientes, mas carece de capacitação e de recursos para desenvolver suas cadeias ? carência que o memorando tenta reduzir ao prever ações de cooperação técnica, plano de desenvolvimento industrial e programa de atração de investimento, entre outras medidas.
A entrevista do programa Bom dia Ministro contou com a presença da: Rádio O Povo (Fortaleza/CE), Rádio Gaúcha (Porto Alegre/RS), Rádio CBN (Belém/PA), FM O Tempo (Belo Horizonte/MG), Rádio Tradição FM 102,9 (Curitiba/PR), Rádio A Crítica (Manaus/AM) e Rádio CBN (João Pessoa/PB).