Caminhoneiro vai a óbito após suspeita de Covid-19; Sesau diz que faz acompanhamento do corpo

Por três dias ele apresentou sintomas parecidos com o Covid-19 no entanto não havia buscado atendimento médico

Da Redação

A Secretária de Estado de Saúde, está investigando os possíveis motivos em que levaram a morte do caminhoneiro gaúcho,55, Alcemo Muller, que estava em viagem entre Silvanópolis e Porto Nacional na manhã deste último sábado, 21. Homem apresentava tosse, febre e desconforto respiratório.

De acordo com a pasta o homem era diabético e estava há cerca de 20 dias de passagem no Tocantins. Por três dias ele apresentou sintomas parecidos com o Covid-19 no entanto não havia buscado atendimento médico.

Segue a nota

Nota de esclarecimento

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que investiga a morte suspeita por Covid-19 de um homem, 55 anos, caminhoneiro, residente do Rio Grande do Sul.

O paciente, diabético, estava há cerca de 20 dias de passagem no Tocantins. Por três dias, ele apresentou tosse, febre e desconforto respiratório, mas não buscou atendimento médico.

Apenas na manhã do último sábado, 21, compareceu em unidade de Saúde de Silvanópolis, sendo transferido para o Hospital Regional de Porto Nacional (HRPN), onde recebeu atendimento da equipe multidisciplinar e ficou em uma ala isolada na unidade, recebendo suporte por meio de oxigênio.

Com uma piora súbita em seu quadro na noite deste sábado, o paciente foi entubado e sua transferência para o Hospital Geral de Palmas (HGP) foi solicitada, mas o paciente não resistiu e veio a óbito ainda na unidade

A SES informa que as amostras do paciente haviam sido colhidas pelo Município de Silvanópolis, uma vez que o quadro estava dentro dos critérios pra casos suspeitos do novo coronavírus e o mesmo havia sido listado no último boletim de acompanhamento divulgado por esta Secretaria.

Amostras foram colhidas para investigação do caso e o Município de Silvanópolis fará monitoramento das pessoas que estiveram em contato com o paciente antes de sua internação e repassará as informações pertinentes para o Cievs, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Tocantins.

Palmas, 22 de março de 2020.
Secretaria de Estado da Saúde
Governo do Tocantins