Chefe de gabinete faz denúncia e mostra espaço cultural da Câmara de Colinas abandonado; R$35 mil teria sido destinado para manutenção

Pelas imagens, divulgadas por Jefferson, é possível ver o local com infiltrações

Da redação

O chefe de gabinete, Jefferson Bandeira, denunciou esta semana através de sua rede social o descaso da Câmara Municipal de Colinas com o patrimônio histórico no memorial da sede. 

O espaço que é dedicado à preservação e divulgação da memória histórica e cultural da instituição, assim como da cidade de Colinas, estaria abandonado. Pelas imagens, divulgadas por Jefferson, é possível ver o local com infiltrações, um buraco no forro do teto, além do acervo documental, iconográfico e mobiliário estarem pelo chão, em meio a lama criada pela infiltração.  

“Eu levo esse fato aos cidadãos de Colinas, como a transparência da câmara de colinas é muito escura, eu tento fazer esse momento de transparência de vocês e vocês mesmos podem fazer esse julgamento”, contou Jefferson através da publicação. 

No vídeo divulgado, Jefferson mostra dois estratos, que teriam sido dos valores gastos com a reforma e preservação do ambiente, ainda em 2021. Nos extratos do mês de junho de 2021 é possível ver a quantia de R$35 mil como a descrição para a troca de piso, reparação pintura das paredes, manutenção das calhas e instalação elétrica.  

O DT entrou em contato com o presidente da Câmara, Leandro Coutinho, que afirmou que o projeto de revitalização está em andamento. "É total responsabilidade nossa. Nós já fizemos uma manutenção ano passado, organizamos, pintamos, arrumamos o forro, mas por conta da chuva acabou cedendo. Mas já estamos organizando a questão do forro, recuperando as fotos e os demais objetos para que no segundo semestre possamos reinaugurar. Sabemos da importância do memorial como uma representatividade para as famílias”, esclareceu o vereador.

Divulgação