Às 8h15 (de Brasília), Nasdaq 100 Futuros ganhava 0,28%, S&P 500 Futuros subia 0,21% e o Dow Jones Futuros estava em acréscimo de 0,15%.

Da Redação

Nesta quarta-feira, 22, os investidores repercutem o acordo fechado por Israel para troca de reféns do Hamas por presos palestinos, incluindo trégua de quatro dias na Faixa de Gaza, assim como a divulgação da ata da última reunião do Federal Open Market Committee (FOMC) do Federal Reserve dos Estados Unidos.

Os membros do Comitê ressaltaram, mais uma vez, que a inflação permanece elevada, ainda que em processo de desaceleração. "A ata deu bastante destaque ao aperto das condições financeiras e de crédito, reconhecendo que elas devem pesar na atividade, nas contratações e na inflação. Mas afirmaram não saber em que magnitude isto acontecerá", aponta o economista-chefe da Nomad, Danilo Igliori.

Às 8h15 (de Brasília), Nasdaq 100 Futuros ganhava 0,28%, S&P 500 Futuros subia 0,21% e o Dow Jones Futuros estava em acréscimo de 0,15%.

Dólar

Ontem, 21, o dólar, depois de ir ao menor nível desde agosto, subiu 0,95% no pregão  e encerrou o dia cotado a R$ 4,90. Na semana, o saldo está negativo em 0,17%. No mês, cai 2,83%. No ano, 7,20%. 

Em Atualização.