Fique por dentro das ações do governo do Estado do Tocantins.

Da Redação

O início desta semana será marcado por uma lista de ações do governo do Estado do Tocantins. Para iniciar, o chefe do poder executivo, Wanderlei Barbosa, esteve no Jalapão nesta segunda-feira, 17, para entregar as primeiras torres de internet gratuita nas comunidades quilombolas do Prata e do Mumbuca.

Jalapão 

Na ocasião, o governador gravou vídeos e postou nas redes, diretamente do quilombo. "É um projeto importante, porque garante às comunidades mais remotas, aos nossos povos originários e tradicionais, acessibilidade e conexão. O nosso objetivo é melhorar o acesso dos tocantinenses que aqui moram aos serviços que hoje em dia são viabilizados pela rede, como educação e saúde, além de facilitar a atividade turística e a comunicação dos moradores”, destacou.

Para testar o sistema, o Governador fez uma videochamada com a secretária de Estado dos Povos Originários e Tradicionais, Narubia Werreria, que estava a cerca de 600 quilômetros de distância, em Palmas. "Essa é uma ligação-teste, secretária, para lhe dizer que estamos muito contentes em entregar esse projeto aos tocantinenses", afirmou durante a chamada. "Também estou muito feliz. O senhor é o primeiro Governador que cuida dos povos originários e tradicionais do Tocantins, o que, para nós, é um marco histórico", respondeu a secretária.

Terça-feira

Nesta terça-feira, 18, o Governo do Tocantins, por meio do Comitê de Prevenção à Violência e Promoção da Cultura de Paz no Ambiente Escolar, consolidou, mais ações preventivas no intuito de manter a normalidade e evitar qualquer tipo de ataque em unidades escolares do Estado. Esses procedimentos foram definidos, conjuntamente, entre as Secretarias de Estado de Segurança Pública (SSP) e Educação (Seduc), além da Polícia Militar do Tocantins (PMTO).

“Esta foi mais uma reunião de alinhamento com o Comitê instituído por determinação do governador Wanderlei Barbosa. Discutimos ações que levarão segurança para as escolas”, enfatizou o comandante-geral da PMTO, coronel Márcio Barbosa. No encontro, ele explicou que, ao que compete a Polícia Militar, está sendo realizada a Operação Escola Segura, aumentando a presença da polícia nas escolas. Nos próximos dias, mais viaturas estarão fazendo rondas, garantindo mais segurança para alunos, professores e demais funcionários nas unidades escolares.

A Operação Escola Segura, executada em todo o Estado, foi lançada na última quinta-feira, 13, com a finalidade de promover policiamento de caráter preventivo, ostensivo, educativo ou repressivo, evitando crimes dentro e nas proximidades das unidades de educação. “Estamos no caminho certo. O Tocantins não registrou nenhum incidente até agora e esperamos que continue assim”, expressou o comandante-geral da PMTO.

O Comitê de Prevenção à Violência e Promoção da Cultura de Paz no Ambiente Escolar tem participação da SSP, da Seduc e da PMTO. Juntos, estão alinhando ações na prevenção de casos de violência nas escolas tocantinenses. Durante o lançamento do Comitê, o governador Wanderlei Barbosa determinou que os órgãos estaduais empreguem todos os recursos necessários em atividades integradas de prevenção, como reforço policial e a ampliação na contratação de psicólogos para todas as unidades escolares estaduais.

Agenda de Quarta

As ações não param por aí. Nesta quarta, 19, dia em que é comemorado o dia dos Povos Indígenas, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado dos Povos Originários e Tradicionais (Sepot), vai lançar o projeto Rede de Acesso à Justiça para Povos Tradicionais e Originários do Tocantins (Rejusto).

O projeto será realizado em parceria com a Defensoria Pública Estadual (DPE), a Defensoria Pública da União (DPU), o Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJ-TO) e a Escola de Magistratura Tocantinense (Esmat). O evento, que contará com a presença do governador Wanderlei Barbosa, está marcado para acontecer às 9 horas, na aldeia Manoel Alves, do Povo Krahô, em Goiatins.

Em sua visita ao Território Indígena Krahô, o governador Wanderlei Barbosa vai receber o batismo, uma honraria concedida pelo Povo Krahô. O ritual será presidido pelo Hotxuá, um ancião da aldeia e maior liderança do Povo Krahô; nesse momento, o governador receberá todos os adereços e presentes conforme o prevê o ritual.

Além da comunidade indígena local, estarão presentes autoridades políticas estaduais e da região.

Sobre o Rejusto - O projeto Rede de Acesso à Justiça para Povos Originários e Tradicionais (Rejusto) tem a iniciativa do Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado dos Povos Originários e Tradicionais (Sepot), em parceria com Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJ-TO) e Escola Superior de Magistratura Tocantinense (Esmat), a fim de facilitar o acesso à justiça para as comunidades indígenas e quilombolas, seja pela conscientização de seus direitos e deveres no exercício pleno da cidadania, como também por melhorar o atendimento por parte dos órgãos e entidades que compõem o Sistema de Justiça, cujos servidores receberão letramento racial para melhor compreenderem a realidade dos povos originários e tradicionais em sua pluralidade cultural, respeitando, assim, os princípios da eficiência e da dignidade da pessoa humana.