A participação da artista pop britânica na Copa vem sendo especulada pela imprensa internacional.

Da Redação

A cantora britânica Dua Lipa se pronunciou na rede social Instagram no último domingo (13), e negou que irá se apresentar na cerimônia de abertura da Copa do Mundo do Qatar, no próximo domingo (20). A cantora pop, que é muito admirada na comunidade de gays, lésbicas, bissexuais e transexuais, aproveitou para criticar o país-sede da Copa e sua relação com os direitos humanos. "Está tendo muita especulação de que eu vou cantar na cerimônia de abertura da Copa no Qatar. Eu não vou me apresentar e não estou em nenhuma negociação para estar lá", afirmou a cantora.

"Vou torcer pela Inglaterra de longe e espero visitar o Qatar quando eles cumprirem todas as promessas relativas aos direitos humanos que eles fizeram quando ganharam o direito de sediar a Copa."

O Qatar vem sendo muito criticado pela comunidade internacional por sua política de direitos humanos. A legislação do país, baseada no Alcorão, considera a homossexualidade ilegal e punível com prisão.

Aos 27 anos, Dua Lipa é uma personalidade respeitada entre jovens LGBT principalmente por suas músicas e clipes que normalizam relações entre pessoas do mesmo sexo. Como a Fifa ainda não confirmou todos os artistas que participarão da cerimônia de abertura, a imprensa internacional tem especulado a apresentação de artistas como a colombiana Shakira. O cantor sul-coreano Jung Kook, da banda de k-pop BTS, já confirmou que estará na festa.

Com informações do Portal UOL de notícias.