Exames de DNA e arcada dentária poderão confirmar se corpo carbonizado encontrado em Colméia é mesmo de fiscal da Adapec desaparecido

Os restos mortais foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Palmas , onde os exames confirmarão a identidade.

Da Redação

Um corpo carbonizado encontrado no município de Colméia pode ser do fiscal da Adapec Carlos Roberto da Silva que desapareceu na última terça-feira, 26, após ser levado por homens armados e encapuzados na cidade de Guaraí.

O corpo foi encontrado dentro de um carro na zona rural de Colméia. Somente exames de DNA  e arcada dentária poderão confirmar se trata-se mesmo de Carlos Roberto. No entanto, é grande a possibilidade de que o corpo seja mesmo  do fiscal, uma vez que o carro no qual foi encontrado pertencia a uma colega de trabalho do mesmo.

Os restos mortais foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Palmas (IML), onde os exames confirmarão a identidade da vítima. Carlos Roberto tinha 56 anos. Ainda não se sabe o motivo pelo qual ele teria sido sequestrado. Também não há informações sobre suspeitos por ora.