Mauro Carlesse determina agilidade na contratação de leitos privados para atendimento a população

O Comitê reúne os principais órgãos, Poderes e instituições parceiras no enfrentamento à pandemia no Estado

Da Redação

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, coordenou na manhã desta quarta-feira, 1º de julho, mais uma reunião por videoconferência do Comitê de Crise para Prevenção da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus. O Comitê reúne os principais órgãos, Poderes e instituições parceiras no enfrentamento à pandemia no Estado.

Durante a reunião, foram apresentados relatórios sobre a situação da doença, nos quais o governador Mauro Carlesse cobrou mais agilidade nas ações de prevenção e controle do novo coronavírus.

“O Tocantins está conseguindo contornar a pandemia com bons resultados, ofertando atendimento médico de qualidade mesmo durante este momento difícil que o país enfrenta. Nosso dever está sendo cumprido, mas, ainda assim, quero agilidade de nossos gestores. A minha determinação é que se precisar de mais médicos, mais EPIs [Equipamentos de Proteção Individual] e mais leitos, eles devem ser adquiridos com urgência. O Governo não vai parar enquanto a situação não se normalizar, nosso trabalho segue ininterruptamente pelo bem-estar da nossa população”, determinou o Governador.

O encontro virtual contou com a presença de representantes das secretarias de Estado da Saúde (SES), Edgar Tollini; da Fazenda e Planejamento (Sefaz), Sandro Henrique Armando; da Cidadania e Justiça (Seciju), Heber Fidelis; da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Adriana Aguiar; da Comunicação (Secom), Élcio Mendes; da Segurança Pública, Cristiano Sampaio; do Corpo de Bombeiros Militar (CBM/TO), coronel Leandro Silva; da Polícia Militar (PM/TO), coronel Jaizon Veras Barbosa; da Casa Civil, Rolf Vidal; da Assembleia Legislativa (AL/TO), diretor-geral Manoel Diamantino de Souza Junior; do Tribunal de Justiça (TJ/TO), desembargador Helvécio de Brito Maia Neto; do Ministério Público Estadual (MPTO), procuradora-geral de Justiça Maria Cotinha Bezerra Pereira; da Defensoria Pública Estadual (DPE), defensor público-geral Fábio Monteiro; do Tribunal de Contas do Estado (TCE/TO), conselheiro Severiano Costandrade; da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Paulo Célio; da Infraero Tocantins, superintendente Juliano de Castro; da Marinha, comandante Marcos Cezar Pires Gomes; e do Exército Brasileiro, coronel Carlos Gabriel Brusch Nascimento.

Taxa de Ocupação

O titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES), doutor Edgar Tollini, apresentou, durante a reunião, os relatórios da taxa de ocupação dos leitos públicos e privados no Tocantins, que continuam estáveis desde o início da pandemia, em março.

“Nossa taxa de ocupação, tanto das UTIs [Unidade de Terapia Intensiva] quanto de leitos clínicos segue estável, com 60% na rede pública e 35% na rede privada. Durante mais de 100 dias de combate ao novo Coronavírus, os números se mantiveram dentro de uma margem regular, demonstrando a eficácia de nossas ações que foram tomadas ainda no início da pandemia no Brasil”.

Edgar Tollini informou também que o Governo do Tocantins segue com os trabalhos para ampliar a oferta de leitos hospitalares. Nesta quarta-feira, 1°de julho, foi liberada a contratação de mais 60 leitos por meio do Centro Oncológico de Palmas, instituição privada, que agora está à disposição da rede pública de saúde.

Ainda durante esta semana, o Governo do Tocantins ampliou também a quantidade de leitos dentro do Hospital Geral de Palmas (HGP), que é referência para o tratamento dos casos graves da Covid-19 no Estado.

De acordo com o secretário Edgar Tollini, “agora, temos o total de 20 leitos de UTI e mais 30 leitos clínicos no HGP, todos 100% equipados para atender os pacientes que precisam de cuidados especiais”.

Transparência

Nessa segunda-feira, 29, o Governo do Tocantins conquistou o segundo lugar no ranking de transparência durante as ações de combate à Covid-19, em avaliação promovida pela ONG Transparência Internacional – Brasil (TI).

Com isso, o Estado alcançou 79,7 pontos nas contratações emergenciais feitas na pandemia, conquistando a classificação “bom”, o segundo melhor conceito dentro do ranking nacional.

Para o governador Mauro Carlesse, esse é o compromisso da gestão com a população diante desse momento de dificuldades. “Sabemos que todos estão sentindo os efeitos da pandemia, mas o cidadão tocantinense pode confiar no nosso trabalho. Somos referência no quesito transparência e no tratamento da população, já são quase 7 mil pessoas recuperadas do novo Coronavírus e que estão prontas para voltarem a sua vida normal”, afirmou.

Indígenas

Preocupado com a situação das comunidades indígenas do Tocantins, o governador Carlesse determinou, durante a reunião do Comitê de Crise, atenção especial para os povos tradicionais. Dentro dos próximos dias, a SES vai enviar mais de 1.000 testes e equipamentos de proteção individual para as aldeias do Estado.

Além disso, a Seciju também vai realizar uma força-tarefa para testagem da comunidade carcerária, com o envio de mais de 1.500 testes para serem feitos no sistema prisional do Tocantins.

De acordo com o Governador, esse é o papel do Comitê de Crise, responsável por formar ações específicas e rápidas para atender os setores mais sensíveis no Estado. “Nosso Comitê foi elaborado justamente com o propósito de formar ações especializadas e pontuais para cada realidade do Estado. A resposta durante uma pandemia tem que ser ágil, e é assim que estamos conseguindo controlar a situação”, concluiu.(Assessoria de imprensa)