OAB do TO realiza ato de desagravo nesta sexta-feira em Palmas a favor do advogado Lukas Maciel

A ação teve ampla repercussão da imprensa e chocou advocacia e sociedade tocantinenses

Da Redação

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins realiza desagravo nesta sexta-feira, 11, na Delegacia de Polícia de Taquaralto, às 17h30. O ato acontece em favor do advogado, Lukas Maciel Custódio, que teve pés e mãos algemados durante o exercício da profissão. A ação teve ampla repercussão da imprensa e chocou advocacia e sociedade tocantinenses. 

“Quando um advogado é agredido, todos somos agredidos também. A advocacia está unida para defender suas prerrogativas e seu direito constitucional de exercer a profissão. É inaceitável que um advogado que exerce seu trabalho de maneira honesta receba um tratamento que seria considerado indigno até mesmo para um animal”, ressaltou o presidente da OAB/TO, Gedeon Pitaluga.

O advogado, Lukas Maciel Custódio, agradece todo o apoio que vem sendo dado pela OAB/TO e reforça o convite para que todos participem. “Agradeço o acolhimento que recebi da OAB/TO e do setor de prerrogativas da instituição desde o acontecimento deste episódio lamentável. Também faço o apelo para que os colegas possam participar deste ato que deixou de ser a defesa apenas de uma pessoa, mas um manifesto em defesa do respeito do exercício da advocacia em qualquer lugar”, destacou Custódio.

O procurador de Prerrogativas, Paulo Roberto Silva, defendeu que quando a advocacia é valorizada o cidadão também é respeitado. “Em cada canto do Tocantins, onde existir um advogado ou advogada, a OAB/TO através das prerrogativas, vai estar presente e disponível para atendê-los. Defender o direito da advocacia atuar profissionalmente com dignidade não se trata apenas de proteger uma classe, mas de proteger os direitos do cidadão”, defendeu Silva. (Assessoria de imprensa)

Vídeo de Lukas Maciel Cústodio - Divulgação