Ação acontece dentro da Operação Paz e culminou na apreensão de 7 kg de cocaína

Da Redação

Em ação da 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc) de Palmas com o apoio da Denarc de Araguaína e 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (Deic) de Gurupi, uma mulher e um homem foram presos  na manhã desta terça-feira, 26, no Jardim Taquari, região sul de Palmas. A mulher foi presa por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de uso restrito. Já o homem por atuar guardando a droga.

O delegado da Denarc de Palmas, Thiago Bustorff, explicou que no início deste mês o companheiro da mulher, vulgo “Piloto”, havia sido preso  em flagrante com 500 gramas de cocaína e alguns valores. Essa prisão ocorreu com o apoio da Deic de Araguaína e da Força Tática da Polícia Militar do Tocantins. 

“Depois dessa prisão as investigações continuaram no sentido de identificar sua companheira e localizar a droga. Conseguimos identificar a residência dela e lá encontramos 50 munições de calibre 9 milímetros, diversas munições calibre 12 e 7 kg de cocaína. O homem que fazia a guarda da droga também foi preso. Ele recebia cerca de R$ 2 mil para fazer esse trabalho”, contou o delegado. 

 

Segundo a autoridade policial, cada tablete de cocaína encontrado,  conhecido como escama de peixe, é avaliado em cerca de R$ 50 e R$ 60 mil, gerando um prejuízo de mais de R$ 350 mil ao tráfico de drogas na Capital. Além disso, as diligências realizadas nos últimos dias apontaram que “Piloto” e sua companheira movimentaram aproximadamente R$ 2 milhões em sua conta nos últimos anos, referente ao tráfico de drogas. 

 

“Isso mostra o resultado do empenho da Polícia Civil dentro da Operação Paz. É um trabalho conjunto das forças de segurança, das unidades da Dracco em combate ao crime organizado gerando um grande prejuízo e a prisão de pessoas com papel de destaque dentro das organizações. Com essas prisões, com certeza traremos mais paz à sociedade tocantinense.” 

 

Os presos já estão à disposição do Poder Judiciário.