Cidades

Prêmio Mérito Ecológico: desafio premiará equipe que recolher mais lixo no entorno do lago de Porto Nacional

A premiação visa aliar a preservação ambiental junto com a prática sustentável da pesca esportiva, premiando a equipe que fisgar o maior Tucunaré e também a que recolher a maior quantidade de lixo no entorno do Lago Luiz Eduardo Magalhães.

Foto: Divulgação
  • Da Redação
  • 08 de maio de 2019

A Prefeitura de Porto Nacional, por meio da Secretaria do Planejamento, Habitação, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia realizará no próximo dia 18 de maio a primeira edição do “Prêmio Mérito Ecológico”, dentro do 10º Torneio de Pesca ao Tucunaré. A ação busca desenvolver a consciência ecológica do pescador visando o combate ao uso de materiais poluentes e atitudes predatórias através de atividades lúdicas de proteção ambiental, com o recolhimento do lixo acumulado às margens do lago e todo o lixo produzido durante a edição do torneio.

As equipes que participarão do Torneio de Pesca ao Tucunaré também concorrerão ao Prêmio Mérito Ambiental. Cada embarcação (equipe) ganhará um saco de lixo para que faça a coleta dos materiais que estiverem dentro ou as margens do lago. As 3 equipes que mais recolherem lixo do lago serão premiadas. De acordo com o Secretário Executivo de Meio Ambiente, Eduardo Benvindo, a premiação visa aliar a preservação ambiental junto com a prática sustentável da pesca esportiva, premiando a equipe que fisgar o maior Tucunaré e também a que recolher a maior quantidade de lixo no entorno do Lago Luiz Eduardo Magalhães.

“A intenção do prêmio é sensibilizar cada competidor sabendo que é uma pesca esportiva, e que o lago tem que ser conservado para a prática deste esporte, e que essas ações sejam contínuas e não apenas no dia do torneio. A premiação é um ato simbólico, mais a nossa intenção e preservar e conservar o nosso lago com um trabalho conjunto”, pontuou Benvindo.

O Fundo Municipal de Meio Ambiente irá premiar com o valor de 500,00 (quinhentos reais) a equipe que mais recolher lixo de dentro e às margens do lago. Para calcular a quantidade de lixo será estimado o volume dos resíduos coletados.(Com informações da assessoria) 

LINK CURTO: https://diariotocantinense.com.br/r/GF

Deixe seu comentário: