Tribunal de Justiça entendeu que à Prefeitura de Colinas não descumpriu plano; Médicos veterinários devem receber segunda dose da vacina

O Tribunal de Justiça acabou decidindo por aplicação da segunda dose da vacina contra a covid-19, aos médicos veterinários

Da Redação

Após polêmica envolvendo vacinação de médicos veterinários no Município de Colinas do Tocantins, que estariam furando fila, visto que a prioridade eram os idosos, o Tribunal de Justiça acabou decidindo por aplicação da segunda dose da vacina contra a covid-19, aos médicos veterinários imunizados no município.

Na decisão o desembargador Adolfo Amaro Mendes entendeu que não continuar com a vacinação estaria causaria danos ao erário, em relação a vacina que foi aplicada, por isso autorizou a aplicação, bem como disse que, eles estão dentro dos planos. 

“Os médicos veterinários são profissionais da saúde e estão contemplados nos Planos Nacional, Estadual e Municipal de Imunização na primeira etapa, junto com os demais profissionais de saúde, uma vez que, ao desenvolver suas atividades, expõem-se a agentes que podem carregar o coronavírus”.

Na época, o município chegou a dizer que já havia vacinado todos os profissionais da linha de frente de trabalho contra a Covid-19, também os idosos institucionalizados e por isso, foi possível vacinar os médicos veterinários. 

Uma Comissão parlamentar de inquérito foi  instaurada pela Câmara de Vereadores de Colinas do Tocantins, para investigar o caso. O Diário Tocantinense deixa o espaço aberto para que os mesmos possam se manifestar sobre o assunto.