Comédia passou por 20 cidades brasileiras entre outubro e novembro.

Da Redação

Uma maratona de alegria e um projeto amadurecido por 17 anos que virou realidade circulando em vinte palcos diferentes pelo Brasil, de 8 a 23 de outubro e, na segunda etapa, de 10 a 26 de novembro. Assim encerra a primeira turnê nacional da comédia Casos Insanos – Uma Dose de Bom Humor, que fechou a temporada com o teatro do Memorial Coluna Prestes lotado no último fim de semana. “Superamos expectativas, especialmente com a receptividade das pessoas em cidades que nunca tínhamos ido. Fizemos um espetáculo em que realmente vimos pessoas com vontade de ir ao teatro”, avalia o ator e coordenador geral, George Henrique

Foram dez estados percorridos nas duas etapas da turnê que passou pelas cidades de Uberlândia, Patos de Minas, Belo Horizonte, Niterói, Rio de Janeiro, Vitória, Imperatriz, Ribeirão Preto, São Paulo, Goiânia, Brasília, Salvador, Fortaleza,  João Pessoa, Guaraí, Colinas, Araguaína Porto Nacional, Gurupi, e Palmas, somando mais de cinco mil espectadores. “Casas lotadas e pessoas pedindo mais, pedindo pra gente fazer temporada em grandes teatros, foi algo sensacional”, descreve a atriz Tatiane Breve.  

Definido como auge do projeto, por Tatiane Breve, foi a reunião dos elencos de Minas Gerais e Tocantins na execução do Casos Insanos. Pelo menos 30 pessoas estiveram envolvidas diretamente no espetáculo, entre equipe técnica, produção e elenco, esse formado por Eilson J. Ramos, George Henrique, Guilherme Vieira, Luiz Navarro, Poliana Morais, Suzi Olímpia, Tatiane Breve, Thiago Scalia, Vivianne Mota e Wagner Bárbara. Atores de Minas Gerais e do Tocantins que se revezam na apresentação, cuja direção artística é do humorista e ator Thiago Scalia.  

Casos Insanos

Como diz a música tema do espetáculo, o remédio é gargalhar e, por isso, o espetáculo oferece várias doses de uma terapia contra o mau humor para o público gargalhar até doer o maxilar. Para isso, conduzem essa terapia contra a tristeza personagens pra lá de inusitados que vão embarcar nessa aventura que vai deixar todo o público louco de dar risada. “Expulse a tristeza e venha rir com o Casos Insanos”, anuncia o coordenador-geral do projeto, o ator George Henrique.

Além do principal objetivo que é levar muito bom humor e entretenimento, a produção tem ainda foco social com destinação de parte dos ingressos para ONGs e instituições de foco social e sessões com interpretações em Libras em espaços com acessibilidade.

Histórico

Criado pelo Grupo Artpalco e estreado em Minas Gerais no ano de 2005, Casos Insanos foi premiado, no ano de 2010, como Melhor Espetáculo de Comédia pelo júri popular no Festival de Comédia de Uberlândia e, em 2014, suas esquetes tiveram três premiações no Festival de Esquetes Sesc Tocantins.

O Grupo

O Grupo Artpalco tem sedes nas cidades de Uberlândia (MG), onde foi fundado no ano de 2001, e em Palmas e Araguaína (TO). São mais de 10 projetos aprovados pela Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal e outros editais nacionais e regionais, como a Lei Aldir Blanc no Tocantins e patrocínios empresariais.

Diversas produções do grupo já garantiram pelo Brasil afora recordes de público e bilheteria. Hoje o currículo do grupo conta com mais de 30 montagens, entre eles grandes sucessos como. “A Porção do Amor”, “Salada Insana”, “Divas Insanas”, “Geringonça”, “E se a gente se conhecesse outra vez”, “O Rei do Lixo”, “Outra História de Francisco”, “A Incrível Aventura de Janelinha e a Fada do Dente”, “As Malditas”, “Bullying: Que Bicho é Esse”. “Ted, Nina e o Boi do Tempo”, “A Incrível Lenda do Capim Dourado” e o mega sucesso de público “Casos Insanos”, que já levou mais de 70 mil espectadores ao Teatro.

Grandes Premiações e participações em importantes mostras e festivais de teatro também compõem o currículo do Artpalco, como o Festival Nacional de Teatro de Ibiúna (Festei), Festival de Teatro em Curitiba (Fringe), Festival Nacional de Teatro de Guaçui (ES), Festival Nacional Ipitanga de Teatro de Lauro Freitas (BA), Sesc Aldeia Jiquitaia (TO), Festival Nacional de teatro de Conselheiro Lafaiete – MG, Festival nacional de teatro de Ubá – MG, dentre outros.