A primeira parte da história se passa na África do século XVII e a segunda no Brasil, na mesma época

Da redação

Baseada na trajetória dos negros vindos da África para o Brasil e depois presos em senzalas sendo obrigados a trabalhar em regime de escravidão, a revista em quadrinhos “No Limiar dos Deus – O Legado do Machado” é a mais nova publicação do quadrinista Geuvar Oliveira, via editora GComics. A história em quadrinhos (HQs) relata a saga de um povo africano e seu soberano, que são subjugados pelo império português e trazidos para o Brasil como escravos. O lançamento oficial acontecerá na próxima quarta-feira, 20, em solenidade na Biblioteca Municipal Jaime Câmara, localizada no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho.
 
No evento gratuito e aberto a toda comunidade, Geuvar Oliveira irá apresentar um pouco processo de criação e desenvolvimento para o desenvolvimento da HQ, que assim como publicações anteriores resgata o ativismo e empoderamento do povo negro. “É rara a existência de heróis negros nas revistas em quadrinhos no Brasil. É uma HQ que tem como objetivo contar a história negra a partir do olhar de uma pessoa negra. Um dos objetivos é mostrar a luta heróica do povo negro para manter sua cultura, liberdade e vida. Mostrar que apesar da guerra, o único meio de garantir a paz e a humanidade é o amor e uma boa consciência”, explica o artista. A temática de consciência negra também será resgatada na solenidade de lançamento, que terá a mediação da antropóloga Deyze dos Anjos, titular das Comunidades Afrobrasileiras e Quilombolas e apresentação da jornalista Cinthia Abreu. 
 
A primeira parte da história se passa na África do século XVII e a segunda no Brasil, na mesma época. A história tem início com a invasão por portugueses de uma cidadela iorubá, pertencente ao reino de Oyo, do antigo império de Oyo iorubá. Como trata-se de uma comunidade de agricultores a invasão é vitoriosa, os prisioneiros são levados pelos conquistadores e embarcados em um navio negreiro, entre eles, o soberano e sua família.
 
Desenhos

A HQ contém cerca de 140 páginas e já está dando o que falar no universo das histórias em quadrinhos (HQs). Uma das novidades deste trabalho é a inspiração em pessoas reais, artistas nacionais como B Negão, Malcom X e os tocantinenses Paulo Vieira, Cinthia Abreu, Jerferson Nascimento, Rosiane Rodrigues  e outros. “São personalidades negras reais que emprestaram os traços de seus rostos e perfis para que eu desenvolvesse os persongens”, adianta o artista, acrescentando ainda que a saga deve se desdobrar em pelo menos mais nove volumes.
 
Do acervo total, 15% dos exemplares serão destinados para bibliotecas públicas, com o objetivo de fomentar a literatura e a cultura na juventude. “É muito importante que possamos fomentar a leitura e a cultura, juntamente com a arte, pois assim criaremos mais motivos para que mais jovens possam se espelhar em bons exemplos e seguir em frente”, destaca. A revista também poderá ser adquirida pelo valor de R$ 30,00 (incluso taxa Correios), via rede social @gcomicsEditora (Instagram), ou nas lojas especializadas em Palmas por R$ 20,00, além da venda no evento de lançamento da revista. Outras informações podem ser adquiridas pelo telefone (63) 
 
Mugambi

No mês de julho do ano passado, Geuvar Oliveira lançou a trilogia Mugambi, que terá lançamento de seu último capítulo no mesmo evento de lançamento da revista No Limiar dos Deuses.

A trilogia Mugambi, caracterizada como de ficção científica e terror, teve seus dois primeiros volumes lançados em 2010 e 2016. O terceiro capítulo de Mugambi é uma história de ficção científica, que conta a trajetória de um jovem, que veio do futuro para realizar uma tarefa no presente. Sua principal missão é evitar que um vírus mortal dizime a humanidade, até que o herói percebe que existe algo tão ruim quanto esse vírus letal. Em 96 páginas, com o tom regionalista característico dos quadrinhos de Geuvar, a história se passa em três tempos: passado, presente e futuro, em locais de referência no Estado, como Palmas e a Ilha do Bananal.
 
O autor

Geuvar Oliveira é natural do Maranhão, mas mora no Tocantins desde 1997. É graduado em Letras pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) e em Teatro pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Sua primeira história em quadrinhos foi publicada ainda no ano em que chegou ao mais novo Estado do Brasil, a revista Girafoi baseada na quantidade de girassóis que havia em Palmas. Também é conhecido pela criação das aventuras da Liga do Cerrado, formada pelos super-heróis Homem Suvaco, Maria Paulada, Jeitosa, Homem Pochete, Homem Pichilinga, Senhor Gambiarra e Caryocal.  Geuvar é ainda autor da HQ Viagem ao Centro da Gramática.
 
Projeto

A organização das publicações dos quadrinhos de Geuvar Oliveira é de responsabilidade da produtora cultural Antônia Iédes Mendes da Silva. O patrocínio é do Edital Emergencial do Tocantins, via Lei Aldir Blanc, do Governo do Tocantins, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura.