Fraude no auxilio emergencial: Operação da Polícia Federal faz busca em Colinas do Tocantins, Araguanã, São Miguel e na BA, MG e Paraíba

Além de Colinas, policiais estiveram em Araguanã e São Miguel do Tocantins e cidades de Minas Gerais, Bahia e Paraíba

Da Redação

Na manhã desta quinta-feira, 18, a Polícia Federal (PF) deflagrou em Colinas do Tocantins, a operação 'Terceira Parcela', que investiga fraudes no pagamento do Auxílio Emergencial.  Além de Colinas, policiais estiveram em Araguanã e São Miguel do Tocantins e cidades de Minas Gerais, Bahia e Paraíba.

Os policias tentam identificar se os envolvidos realizavam pagamentos indevidos e faziam tentativa de cadastramento irregulares.  A atuação de organizações criminosas traz grandes prejuízos aos programas assistenciais. 

Os criminosos estariam usando o dinheiro, para pagamento de boletos. A Polícia Federal explicou que, todos os pagamentos realizados de forma indevida devem ser analisados e orientou que quem recebeu parcelas sem preencher os requisitos necessários deve realizar a devolução do dinheiro. Os investigados poderão responder pelos crimes de furto mediante fraude com pena de até 8 anos de prisão.

Participam da ação, além da Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa Econômica Federal, Receita Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).